Morador de Guarapari denuncia abordagem irregular por policiais no bairro Santa Mônica

O entregador registrou um Boletim de Ocorrência (BO) e relatou o fato na Corregedoria da Polícia Militar do Espírito Santo

Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma abordagem policial no bairro Santa Mônica, em Guarapari, na última terça-feira (04), virou alvo de denúncia. Dois policiais teriam abordado João Pedro Lisboa, 21 anos, quando estava realizando entregas de moto alegando que havia ultrapassado um sinal vermelho.

Estava saindo da Avenida Colorado e indo em direção à Rua Espírito Santo quando a viatura mandou encostar. Eles vieram falando que passei pelo sinal vermelho, mas na Avenida não tem semáforo. Mesmo assim eles recolheram o documento da moto, que está regular até 2020, furaram os dois pneus com um canivete e foram embora”, contou João Pedro.

Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O entregador relatou que voltou para o trabalho empurrando a moto e entrou em contato com o 190. “Enquanto minha mãe estava no telefone explicando a situação para a policial, a mesma viatura passou novamente e nós a paramos. Eles falaram que poderiam ter apreendido minha moto e até me prendido, com a justificativa de que não tenho carteira de motorista. Mas eu tenho, de carro e moto. Quando a viatura que pedimos chegou, os dois disseram que nunca tinham me visto e desmentiram tudo”.

João Pedro registou um Boletim de Ocorrência (BO) e relatou o fato na Corregedoria da Polícia Militar do Espírito Santo.

A Assessoria de Comunicação da Polícia Militar de Guarapari foi procurada e confirmou que a denúncia chegou oficialmente ao 10º Batalhão e que a Seção Polícia Administrativa e Judiciária Militar irá apurar os fatos. Ainda segundo as informações, se for comprovada a veracidade dos relatos, os policiais envolvidos serão punidos. E finalizou dizendo que todo PM precisa seguir o regimento disciplinar e o Código Penal Militar.