Folha Vitória Motorista atingido por pneu que se soltou de carro na Terceira Ponte não se lembra do acidente

Motorista atingido por pneu que se soltou de carro na Terceira Ponte não se lembra do acidente

Nider Monteiro Tomé, a cunhada e a sobrinha trafegavam pela ponte quando o veículo em que eles estavam foi atingido por uma roda

Folha Vitória
Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Após passar duas semanas internado, o motorista atingido por uma roda quando passava pela Terceira Ponte voltou para casa, onde segue em recuperação. Apesar do susto e do estrago deixado no veículo, o empresário Nider Monteiro Tomé, de 55 anos, não precisou passar por cirurgia.

A vítima teve cortes na cabeça. Nider contou que não lembra dos detalhes do acidente. A esposa do empresário, Mirian Gomes Pereira, tem mostrado fotos do ocorrido para tentar ajudar o companheiro a se recordar do ocorrido. 

"Até o momento, ele não consegue lembrar. Dizem que isso é normal para a situação. A gente que contou para ele como foi o acidente e ele nem acredita. É uma nova vida. Deus deu uma nova oportunidade", disse Mirian. 

O acidente aconteceu na manhã de 4 de setembro. Nider seguia de carro pela Terceira Ponte, quando a roda de um outro veículo que seguia no sentido contrário se soltou e atingiu o carro em que estavam Nider, a cunhada e a sobrinha de 12 anos.

A roda atingiu a lateral do lado do motorista, onde Nider estava. Ele foi o único ferido. Ele estava inconsciente quando foi socorrido e levado para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência, em Vitória.

Em um vídeo gravado por pessoas que passavam pelo local mostra como o veículo ficou após o acidente. 

A esposa contou que Nider ficou internado por 12 dias, nove deles na UTI. A internação foi necessária porque um coágulo de sangue se formou na cabeça de Nider. Por isso, ele poderia ser submetido a uma cirurgia a qualquer momento, mas não foi necessário.

"Se o pneu tivesse entrado no para-brisa direto, ele poderia não ter sobrevivido. Nem ele e nem a pessoa que estava do lado", disse a esposa. 

O carinho da esposa e dos três filhos tem sido fundamental na recuperação. Nider conta que, durante o período de internação, recebeu vários recados de incentivo dos meninos. Até que, na última quinta-feira (16), pôde voltar para casa, no bairro Itaparica, em Vila Velha.

Nider ainda não voltou a trabalhar. Para acelerar a recuperação, ele faz caminhadas em casa todos os dias com a ajuda da esposa. Nesta segunda-feira (20), ele precisou tirar os pontos da cabeça. 

Passado o susto, o casal está repensando a vida e agora só tem um desejo: "Ficarmos mais juntos", disse Nider. 

O carro da família continua parado na concessionária para onde foi levado após o acidente. A esposa pede ajuda para conseguir uma nova perícia, porque acredita que os danos provocaram perda total no veículo. Segundo ela, o veículo faz falta na recuperação do marido.

*Com informações da repórter Fernanda Batista, da TV Vitória/Record TV.

Últimas