Folha Vitória Motoristas fazem filas em postos, mas sindicato diz que não haverá desabastecimento

Motoristas fazem filas em postos, mas sindicato diz que não haverá desabastecimento

O bloqueio realizado por caminhoneiros nas estradas do estado impactou no reabastecimento dos postos do interior

Folha Vitória
Foto: Reprodução/TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo (Sindipostos-ES) se posicionou na manhã desta quinta-feira (9) acerca de um possível desabastecimento dos postos de combustíveis no Espírito Santo.

De acordo com o Sindipostos, a situação na Grande Vitória ainda não é preocupante.

"A tendência é que não haja problemas, uma vez que as bases nos portos de Tubarão e de Vila Velha estão operando normalmente, abastecidas e com previsão de receber um novo carregamento até o fim de semana", afirma o sindicato, por meio de nota.

No entanto, o bloqueio realizado por caminhoneiros nas estradas do estado impactou no reabastecimento dos postos do interior.

"Nesta quarta, o Sindipostos teve informações de que alguns revendedores já não tinham produto ou estavam com tanques quase vazios, mas que haviam se mobilizado junto às distribuidoras para repor os estoques", informou o sindicato.

O sindicato também esclareceu que em situações normais, os estoques dos postos duram de dois a três dias. Por isso, o Sindipostos orienta que a população mantenha a cautela e evite correria para abastecer.

Fila em postos

Mesmo com a orientação do sindicato, filas foram registradas em postos de combustíveis na Praia da Costa, em Vila Velha, e na Praia do Canto, em Vitória. Em um posto localizado em Campo Grande, em Cariacica.

Leia mais

>> Protesto de caminhoneiros perde força e manifestantes começam a deixar locais de concentração

>> Protesto de caminhoneiros: Ceasa registra queda de 80% no movimento

Rodovias sem interdição

Por meio das redes sociais, a PRF informou às 11h que não havia pontos de interdição nas rodovias federais do Espírito Santo.

Às 10h36 desta quinta, a Eco 101, empresa que administra a BR-101 no Espírito Santo, informou que somente no Km 451, em Mimoso do Sul, havia manifestações em andamento, mas sem interdições na pista.

Últimas