Folha Vitória Mulher é agredida pelo companheiro na frente dos filhos na Serra

Mulher é agredida pelo companheiro na frente dos filhos na Serra

Ela contou que tudo começou depois que o homem havia bebido durante um churrasco em família

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um mulher foi agredida pelo companheiro durante a madrugada desta segunda-feira (15), no bairro Belvedere, na Serra. A violência aconteceu na frente dos filhos do casal, incluindo uma criança de 4 anos.

O casal mora no bairro com os três filhos, um de 14, um de 12 e outro de 4 anos de idade. Todos estavam em casa e presenciaram as agressões durante a madrugada. A vítima, uma mulher de 39 anos, contou o que aconteceu.

Segundo ela, eles estavam em casa e decidiram fazer um churrasco, mas antes de começar, ela colocou as crianças pra dormir. Enquanto eles assavam a carne, a filho mais novo do casal acordou e ela foi no quarto e fez o neném dormir de novo.

O problema foi que, quando ela voltou para onde estavam fazendo o churrasco, o companheiro já estava transtornado. Segundo ela, ele tinha bebido e usado drogas e queria quebrar todos os móveis da casa.

Com o companheiro estava muito agitado, ela saiu de casa e foi para o meio da rua tentar pedir ajuda. Ele foi atrás para impedir e os dois tiveram uma discussão do lado de fora e depois entraram.

Quando  eles já estavam dentro de casa novamente, ela ligou para a policia e ele, com medo, fugiu. A mulher contou que a Polícia Militar esteve no local duas vezes, ouviu ela, mas não encontrou o suspeito.

Durante a madrugada ele voltou, arrancou o telhado da área de serviço e entrou na casa. Ela contou ainda que neste momento o marido já chegou ainda mais transtornado e partiu pra cima dela com chutes, socos, e muitas ameaças.

Ela acionou a PM novamente. A equipe foi até a casa e, dessa vez, conseguiu prender o suspeito. Ela contou ainda que eles vivem juntos há 20 anos, mas que de sete anos pra cá, ela sofre agressões por parte dele.

A vítima e o companheiro foram encaminhados ao Plantão Especializado da Mulher, em Vitória. Segundo a vítima, ele já foi preso outras vezes por tráfico de drogas, furto e pela lei Maria da Penha.

Ela informou que tinha medida protetiva contra ele, mas por causa de ameaças, acabou o aceitando de volta em casa. Dessa vez, a vítima espera que a justiça sema jeito e que ele permaneça detido.

*Com informações da repórter Jéssica Cardoso, da TV Vitória/Record TV

Últimas