Folha Vitória Ônibus do Transcol vão levar profissionais de saúde para o trabalho no Espírito Santo

Ônibus do Transcol vão levar profissionais de saúde para o trabalho no Espírito Santo

Empresas de serviços essenciais devem providenciar transporte para os trabalhadores

Folha Vitória
Foto: Iures Wagmaker / Folha Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A partir deste domingo (28), está suspensa a circulação do transporte coletivo de passageiros no Espírito Santo. A medida, anunciada pelo governador do Estado, Renato Casagrande, para evitar aglomerações, é válida por oito dias e segue até o dia 4 de abril. Apesar da suspensão, parte da frota será disponibilizada para  transportar trabalhadores da rede pública de saúde. 

Leia também: Novas medidas: entenda quais serviços ficarão suspensos no ES a partir deste domingo

Durante pronunciamento realizado na quinta-feira (25), Casagrande informou que uma operação especial será realizada para que apenas os trabalhadores dos hospitais públicos sejam transportados para o trabalho. 

"O Governo do Estado organizará com os ônibus do Transcol o atendimento aos hospitais do Estado. Hospitais privados terão que se organizar para transportar seus trabalhadores. As empresas que funcionarão como serviço essencial (caso de supermercados, farmácias, postos de gasolina) também organizarão, a partir de domingo (28 de março), transporte de seus trabalhadores. Cada atividade se organizará para transportar os seus servidores e funcionários para que a gente possa reduzir a aglomeração no transporte público", afirmou o governador.

Além de atingir 100% dos coletivos do Sistema Transcol, a medida também proíbe a circulação do transporte rodoviário intermunicipal e interestadual. Com isso, as rodoviárias serão fechadas durante o período. As cidades que possuem sistema de transporte coletivo municipal também deverão suspender as atividades. O transporte ferroviário de passageiros também ficará suspenso.

A decisão sobre o transporte coletivo foi tomada com objetivo de reduzir a interação entre as pessoas, visando a redução na transmissão da doença. No Serviço Metropolitano de Transporte Coletivo (Transcol), a redução de passageiros foi em média de 20%, quando o esperado para o período de quarentena era uma redução de 50%. 

Veja o pronunciamento completo:

Últimas