Folha Vitória Parceria entre Hospital Evangélico de Vila Velha e IFES vai desenvolver aplicativo para doença crônica

Parceria entre Hospital Evangélico de Vila Velha e IFES vai desenvolver aplicativo para doença crônica

O primeiro plano de trabalho a ser executado no âmbito dessa cooperação é fruto do projeto de doutorado do Ifes de Vitória e será desenvolvido em parceria com o HEVV

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O Hospital Evangélico de Vila Velha (HEVV) assinou um termo de cooperação técnica com o Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) para o desenvolvimento de projetos na área da Telemedicina. Com duração de dois anos, a parceria visa buscar melhorias utilizando o conhecimento em tecnologia de dados.

O primeiro plano de trabalho a ser executado no âmbito da cooperação é fruto do projeto de doutorado de Jordano Ribeiro Celestrini, aluno do Programa de Pós-Graduação em Informática da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), sob a orientação do professor e doutor Celso Alberto Saibel Santos. A proposta envolve a criação e implementação de uma plataforma para monitoramento remoto, incluindo captura, transmissão e análise de dados.

Participarão da pesquisa os pacientes crônicos portadores de Insuficiência Cardíaca Congestiva, que possuem diagnóstico preestabelecido e realizam tratamento no HEVV. De acordo com a gerente de Ensino, Pesquisa e Inovação do hospital, dra. Ana Carolina Simões, o estudo foi impulsionado pela pandemia da Covid-19 e o forte crescimento da telemedicina provocada pelo isolamento social. “A necessidade de monitoramento contínuo para o gerenciamento de doenças crônicas e o desenvolvimento de ferramentas de telesaúde e telemonitoramento na pandemia motivaram a parceria, que busca unir tecnologia e eficiência para melhorar a qualidade de vida de nossos pacientes”.

A tecnologia será essencial para os pacientes portadores de doenças crônicas, permitindo o acompanhamento em tempo real. “É um projeto de caráter inovador e de relevante impacto social. O tratamento das doenças crônicas necessita de um plano de cuidados de longo prazo e o cumprimento é fundamental para obter resultados satisfatórios, além de melhorar a qualidade de vida do paciente”, enfatiza o coordenador do Núcleo de Engenharia e Inovação em Telessaúde e Telerreabilitação e professor do Ifes, Dr. Rodrigo Varejão Andreão.

Últimas