Folha Vitória Prefeitura de Vitória reduz em 20% número de vagas para comissionados

Prefeitura de Vitória reduz em 20% número de vagas para comissionados

Prefeito exonerou maioria dos 757 dos servidores comissionados e não deve preencher cerca de 150 das vagas totais que ficaram abertas

Folha Vitória
Foto: divulgação PMV
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, exonerou a maioria dos servidores comissionados que atuavam na administração da capital. Segundo a prefeitura, que espera reduzir despesas, dos 757 servidores comissionados existentes, cerca de 150 vagas não devem ser preenchidas novamente. O prefeito já havia anunciado um contingenciamento no Executivo. A prefeitura tem hoje, de acordo com o portal da Transparência, 11.482 servidores ativos no total.

"Entre as medidas de economia está a redução de, no mínimo, 20% do total dos cargos em comissão do Poder Executivo. Também há previsão de redução de 20% do número de contratados em regime de designação temporária e 20% das despesas em relação às realizadas em 2020 com locação e aquisição de veículos, telefonia, impressão, suprimentos de informática e material de expediente, concessão de diárias, contratos de vigilância, limpeza e conservação. Segundo a prefeitura, as metas de redução não se aplicam a ações relacionadas à saúde, educação e segurança", informou a prefeitura.

O decreto com a exoneração dos servidores foi publicado na noite desta terça (5) no Diário Oficial do município e passa a valer a partir desta quarta-feira (6). Profissionais que ocupam cargos de diretoria e coordenação de algumas áreas, como diretores de unidades de saúde, de escolas municipais de ensino infantil e fundamental e gerente de limpeza urbana, por exemplo, ficam mantidos em seus cargos. A justificativa para a decisão é a 'necessidade da manutenção dos serviços essenciais e de natureza contínua'.

Também foram exonerados os servidores que exercem funções gratificadas, 'considerando a necessidade de redução de despesas com pessoal em face da situação financeira do município', conforme descrito no ato.

Últimas