Folha Vitória PRF registra aumento de 600% nas apreensões de cocaína em rodovias federais no ES

PRF registra aumento de 600% nas apreensões de cocaína em rodovias federais no ES

A redução no fluxo de veículos em circulação em 2020 colaborou para que a PRF realizasse mais operações em combate ao tráfico de drogas

Folha Vitória
Foto: Divulgação PRF
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Drogas foram apreendidas na BR-262, nesta segunda-feira (24)

A Polícia Rodoviária Federal registrou, no cinco primeiros meses de 2021, um aumento no número de drogas apreendidas nas rodovias do Espírito Santo. 

Só a cocaína cresceu cerca de 600% neste ano. Algumas operações contam com o apoio do cão farejador Urbano para auxiliar nas buscas pelos entorpecentes. 

Em uma das ações, que aconteceu na noite de segunda-feira (24), na BR-262, próximo ao município de Ibatiba, no sul do estado, os policias apreenderam 22,5kg de maconha e 1,7kg de skunk. A droga estava escondida em duas malas, dentro de um ônibus interestadual, que fazia a linha Belo Horizonte a Guarapari. 

Na semana passada, outra apreensão foi registrada nas rodovias do estado. Em Guarapari, os agentes da PRF apreenderam 47,5kg de pasta base e 5kg de cocaína. O material estava em um carro.

No dia 12 de maio, outra grande apreensão. Os policias encontraram meia tonelada de haxixe em um caminhão, na BR 101, perto de Guarapari. A droga estava escondida em malotes debaixo de uma carga de coco

Essa foi a maior apreensão da Polícia Rodoviária Federal no Espírito Santo. O motorista do caminhão foi preso. Para os agentes, ele contou que transportava a carga de Porto Seguro, na Bahia, para Curitiba, capital do Paraná.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, até o momento, 65kg de cocaína foram apreendidos nas BR's do Espírito Santo. O número representa um aumento de 600% em relação ao mesmo período do ano passado. 

Segundo a agente Ana Carolina Cavalcante, também houve aumento no número de apreensões de entorpecentes derivados da maconha. 

"A diferença é que no ano passado a gente atingiu, de janeiro a maio, uma tonelada de maconha apreendida e neste ano foi um pouco diferente porque além da maconha, que nós apreendemos 500 kg, nós também apreendemos quase 500 kg de haxixe e skunk que são derivados da maconha".

A agente explicou que em 2020, o fluxo de carros nas rodovias federais reduziu e, por isso, foi possível realizar operações mais focadas. 

"Essa diminuição nos possibilitou fazer fiscalizações mais orientadas e mais focadas. A gente percebeu que o número de veículos transitando pelas rodovias voltou à normalidade, porém, além do nosso patrulhamento diário, nós realizamos comandos específicos de combate à criminalidade e consequentemente de combate às drogas".

Apesar dos impactos da pandemia, segundo a PRF, o tráfico de drogas continuou intenso. 

"No ano passado e neste ano, o tráfico de drogas não parou. Nós percebemos um aumento muito grande de transportadores, que são pessoas utilizadas como 'mulas' para trazer ou levar essa droga para outros estados".

*Com informações da repórter Gabriela Valdetaro, da TV Vitória/RecordTV

Últimas