Folha Vitória Proprietário de lancha que pegou fogo em Vitória solicita perícia; laudo deve sair em 40 dias

Proprietário de lancha que pegou fogo em Vitória solicita perícia; laudo deve sair em 40 dias

As causas e responsabilidades do acidente, sob o ponto de vista da Autoridade Marítima, serão apuradas no Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação conduzido pela Capitania dos Portos

Folha Vitória
Foto: Gustavo Fernando | Folha Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um incêndio em uma lancha no início da tarde desde domingo (31), assustou quem estava na região da Praia da Guarderia, em Vitória. Banhistas que presenciaram o momento do incêndio contaram que as chamas começaram no motor e se espalharam para o restante do veículo.

Em nota, a Marinha do Brasil, por intermédio do Comando do 1º Distrito Naval, informou que uma equipe da Capitania dos Portos do Espírito Santo (CPES) deslocou-se até o local assim que soube do ocorrido. Além disso, outras embarcações civis voluntárias e uma Equipe do Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo também atuaram na ocorrência e não há vítimas ou indícios de poluição hídrica. 

A equipe da Capitania dos Portos permanece na área, onde coleta dados para apuração dos fatos. A lancha já foi removida e nãooferece risco à segurança da navegação. 

As causas e responsabilidades do acidente, sob o ponto de vista da Autoridade Marítima, serão apuradas no Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN) conduzido pela Capitania dos Portos. Concluído o inquérito e cumpridas as formalidades legais, o mesmo será encaminhado ao Tribunal Marítimo, que fará a devida distribuição e autuação e dará vista à Procuradoria Especial da Marinha, para que adote as medidas previstas no Art. 42 da Lei no 2.180/54.

O Corpo de Bombeiros Militar informou que o proprietário solicitou perícia e o laudo deve ser finalizado em, no mínimo, 40 dias.

Últimas