Folha Vitória Saúde intestinal x saúde mental: você sabe a relação?

Saúde intestinal x saúde mental: você sabe a relação?

"O intestino desregulado pode causar alguns outros sintomas clínicos que incluem mau hálito, língua esbranquiçada, má digestão, estufamento abdominal e gases, principalmente após as refeições”, explica a nutricionista

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Fisicamente distantes quando se pensa na formação do corpo humano, o intestino e o cérebro podem estar mais conectados do que a gente imagina. Isso porque nossas emoções, estresse, a forma como nos comportamos e até mesmo o sono desregulado podem afetar diretamente o funcionamento do intestino – e engana-se quem pensa que intestino desregulado se resume a não ir ao banheiro todos os dias.

“Muito além da ida ao banheiro, o intestino desregulado pode causar alguns outros sintomas clínicos que incluem mau hálito, língua esbranquiçada, má digestão, estufamento abdominal e gases, principalmente após as refeições”, explica a nutricionista Drielly Daltoé.

Drielly esclarece que alguns hábitos são básicos para manter a saúde intestinal em dia: consumo regular de fibras, consumo de água dentro da quantidade ideal, controle dos aditivos químicos, do fumo e de bebida alcóolica. “Mas o que muita gente não sabe é que regular o sono e controlar o estresse também é essencial para manter o intestino saudável”, pontuou.

A nutricionista explica que o sono, quando desregulado, altera os ciclos hormonais e afeta o cortisol – hormônio que tem relação direta com o estresse. “Com os hormônios alterados, a produção de enzimas digestivas diminui e chegam ao intestino alimentos mais inteiros, dificultando o trabalho do órgão”, esclarece.

Para equilibrar a saúde mental e a intestinal, a nutricionista recomenda atividades que conectam o cérebro e o intestino. “Meditação, yoga e respiração consciente. Com todas essas atividades a gente contribui para a nossa saúde intestinal. É o que sempre falo aos meus pacientes: nutrição não é só o que a gente come”, finaliza.

Saúde mental e intestinal: como equilibrar?

- Cuide da sua alimentação: acrescente fibras, legumes e verduras, e evite alimentos ultra processados e cheios de aditivos químicos

- Beba bastante água

- Controle o cigarro e a ingestão de bebida alcóolica

- Durma bem e regule seu sono

- Invista em atividades que ajudam a melhorar o estresse

- Tenha em mente que sua saúde mental afeta o funcionamento de todo o corpo: cuide de você!

Últimas