Folha Vitória Secretário de Saúde sobe o tom contra o governo federal e fala em "omissão" e "sabotagem"

Secretário de Saúde sobe o tom contra o governo federal e fala em "omissão" e "sabotagem"

Durante pronunciamento, ele destacou a falta de apoio econômico da União aos estados, o negacionismo à ciência e a demora em adquirir vacinas

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O secretário de Saúde do Estado, Nésio Fernandes, fez duras críticas ao governo federal durante pronunciamento para atualizar a situação da covid-19 no Espírito Santo, nesta terça-feira (22). 

Nésio relembrou a marca de 500 mil mortes no país, e criticou a defesa da chamada "imunidade de rebanho". "Toda estratégia que se pauta pela lógica da imunidade de rebanho deveria ser condenada e jamais adotada por chefes do pode público". 

Ele destacou a falta de apoio econômico da União aos estados, o negacionismo à ciência e a demora em adquirir vacinas. Segundo ele, a omissão do governo federal prejudicou os gestores estaduais e municipais no enfrentamento à crise sanitária. 

"A ausência de uma coordenação nacional, a omissão diante de temas tão preciosos num momento de grave crise sanitária no país e a uma verdadeira sabotagem a tudo aquilo que as evidências, as boas práticas recomendaram dentro do conhecimento adquirido em cada momento da pandemia", pontuou. 

Nésio pediu que a população defenda as vacinas para que o Espírito Santo alcance com rapidez a imunidade plena da população. 

Últimas