Folha Vitória Volta às aulas: 4 cuidados para se proteger do vírus em escolas e universidades

Volta às aulas: 4 cuidados para se proteger do vírus em escolas e universidades

Com o retorno às aulas presenciais e o aumento contínuo de casos de Covid-19 e Influenza, a necessidade de tomar cuidados com os vírus se torna fundamental. Especialista indica como se proteger nesses ambientes.

Folha Vitória

Na maioria das instituições de ensino no Brasil, sejam escolas, faculdades ou universidades, o calendário de retorno às aulas presenciais acontece até março de 2022. E esse momento de voltar às aulas é essencial, mas é importante que se leve em conta as recomendações necessárias devido à variação Ômicron da Covid-19, a Influenza, além de outros vírus muito comuns neste período. Por isso, todas as medidas de segurança e precauções possíveis devem ser seguidas.

A diretora e responsável técnica das Clínicas de Vacinação Imune Kids e Imunik - Vacinas e Cuidados, Andreia Roque, alerta sobre o momento que todos estão vivendo: “O ano letivo está se iniciando, o fardamento pronto, as mochilas organizadas, materiais identificados e muita expectativa por parte de todos os alunos. Mas a pergunta que devemos fazer agora é: e as vacinas estão em dia? E quanto aos reforços, como estão? Neste período é fundamental atentar-se às doses de reforço para complementar o esquema vacinal”, indica Andreia. 

Um aspecto importante nesse sentido é fazer uma “Avaliação da Caderneta”, para garantir a atualização do calendário vacinal, seja da criança em nível escolar, ou do mais velho que retorna para a atividade universitária. 

Outro ponto é estar atento a todas as vacinas disponíveis, principalmente à Influenza, que em 2022, começa a ser oferecida em março e terá uma cepa ainda mais completa comparada aos anos anteriores. "Hoje temos um cenário de insegurança nas pessoas devido aos sintomas desses vírus serem muito parecidos. A partir do momento em que, por exemplo, você está vacinado contra a Influenza, fica mais fácil eliminar e identificar quais outros possíveis vírus podem está agindo no seu corpo", reforça a diretora da Imune Kids e Imunik.

4 cuidados essenciais

Para retornar às aulas em segurança, Andreia Roque aponta alguns cuidados essenciais devem ser relembrados durante essa jornada.

1. Distanciamento social

Para manter a segurança entre os alunos, o distanciamento social é uma das grandes medidas adotadas neste retorno das atividades escolares e universitárias. Com o intuito de evitar a propagação de doenças, o Ministério da Saúde recomenda que a distância seja de, no mínimo, 1,5 metro, já que a transmissão da Covid-19 pode se dar através de gotas de saliva. 

2. Medidas de higiene

Além do distanciamento social, a obrigatoriedade do uso da máscara, uso de álcool em gel, evitar aglomeração durante a entrada e saída de pessoas, optar por aulas ao ar livre e ventilar as salas o máximo possível, utilizar sinais, marcações e aumentar o espaçamento das mesas são outras medidas às quais alunos e pais devem estar atentos junto às instituições de ensino. 

3. Cuidado durante a refeição

O momento da alimentação é aquele no qual o cuidado é mais negligenciado, já que é necessário ficar sem máscara. Por isso é importante sentar-se respeitando o distanciamento e evitar aglomerações. Outro ponto a se destacar está em apostar em alimentos que ajudam a manter a imunidade, mesmo que eles não sejam capazes de evitar o vírus. Apostar nas frutas cítricas, que são fontes de fibra e vitamina C, gengibre, agente atuante na contribuição de vitaminas B6 e C e iogurte natural, que reforça as defesas do corpo e melhora a flora intestinal, são excelentes opções nesse sentido.

4. Cartão vacinal atualizado

Para proteger a saúde é preciso que o calendário vacinal esteja sempre em dia, seguindo o acompanhamento do Ministério da Saúde, da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) e Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). Contando com o cartão vacinal atualizado, é possível garantir que nenhuma dose será esquecida, além de cumprir o esquema para a obtenção de uma resposta assertiva à vacina e a importância de a doença a ser prevenida. 

Para saber mais informações sobre maneiras de Evitar doenças contagiosas no ambinete de trabalho, basta acessar o link: http://www-imunekids-com-br.rds.land/lp-ebook-7-maneiras 

Últimas