Folha Vitória Whindersson Nunes revela faturamento de R$ 20 milhões com redes sociais e conta que já rejeitou cachê de R$ 10 milhões

Whindersson Nunes revela faturamento de R$ 20 milhões com redes sociais e conta que já rejeitou cachê de R$ 10 milhões

Ele deixou bem claro que usa o dinheiro para fazer suas vontades e para ajudar os que mais precisam

Foto: Reprodução/ @whinderssonnunes

Ele está podendo! Durante uma conversa no podcast Primocast, Whindersson Nunes falou sobre como administra sua fortuna. Segundo o humorista, apesar de ter pouco dinheiro guardado na conta e ter uma filosofia perigosa, ele sempre analisa bem as propostas que recebe antes de aceitá-las.

Ele aproveitou o momento - e o assunto - para revelar que recusou dez milhões de reais recentemente por não ter muita confiança no lugar.

"Dinheiro guardado tenho pouco. Eu não tenho uma conta para me gabar e mostrar quanto eu tenho. Desde muito cedo, tenho uma filosofia perigosa de deixar ir [o dinheiro] para vir mais. De ontem para hoje já negamos uns dez milhões de reais, coisa de aposta, uma empresa que parece que tem alguma coisa governamental. Daqui oito anos, alguém faz investigação e diz que estou envolvido. Existe alguma coisa que a galera quer me botar para fazer sentido gastar dinheiro e alguém vai ganhar mais que eu."

Além de contar que sempre fica atento às propostas que recebe, Whindersson aproveitou para contar que, só de publicidades, ganhará 20 milhões de reais:

"Sei quanto vou ganhar se eu fizer só alguma coisa o ano inteiro. Só publicidade no Instagram, por exemplo, vou tirar uns 20 milhões de reais."

Por fim, ele deixou bem claro que usa o dinheiro para fazer suas vontades e para ajudar os que mais precisam.

"Se eu quisesse ser um cara com muito dinheiro, eu seria. Por conta também de doar muito, de gastar muito comigo... Não com coisas pessoais, mas com a vida artística. Gasto dinheiro para ir para um lugar novo, experiência nova e ter um ensinamento legal para passar em uma piada. Eu gasto muito. Vou para o país com mais conforto. Eu prezo o conforto na minha vida."

Quem pode, pode!

Últimas