Cidades Gestantes e puérperas com comorbidades podem ser vacinadas com imunizante da Pfizer

Gestantes e puérperas com comorbidades podem ser vacinadas com imunizante da Pfizer

A vacinação contra a Covid-19 para gestantes e puérperas com comorbidades na Paraíba continua sendo realizada com os imunizantes da Pfizer, em atendimento à orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que interrompeu temporariamente a vacinação deste público com as vacinas AstraZeneca/Oxford. Saiba mais sobre a vacinação contra Covid na Paraíba A decisão sobre […]

Portal Correio
Vacina, Pfizer

Vacina, Pfizer

Portal Correio
Vacina da Pfizer (Foto: x3 por Pixabay)

A vacinação contra a Covid-19 para gestantes e puérperas com comorbidades na Paraíba continua sendo realizada com os imunizantes da Pfizer, em atendimento à orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que interrompeu temporariamente a vacinação deste público com as vacinas AstraZeneca/Oxford.

Saiba mais sobre a vacinação contra Covid na Paraíba

A decisão sobre suspensão temporária foi comunicada oficialmente na tarde dessa terça-feira (11), por meio de coletiva de imprensa do Ministério da Saúde. 
 
A Paraíba segue o Programa Nacional de Imunizações, que preconiza no momento a vacinação Covid-19 para grávidas e puérperas apenas com as vacinas Sinovac/Butantan e Pfizer.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, a suspensão é uma medida padrão, em virtude da investigação de efeitos adversos graves da vacina.

“Recebemos a recomendação da Anvisa para suspender em virtude da morte de uma gestante que ocorreu no Rio de Janeiro e, quando há qualquer eventualidade de um efeito adverso grave, a vacina deve ser suspensa, o que é uma atitude rotineira de qualquer campanha de vacinação”, explica.
 
O Ministério da Saúde informará por meio de Nota Técnica a conduta a ser a adotada para as grávidas e puérperas que já fizeram o início do esquema vacinal com a vacina AstraZeneca/Oxford.

Para as gestantes que tiverem tomado a vacina, a recomendação inicial é de que durante o pré-natal sejam informadas qualquer reação, ou efeito adverso, ao médico que realiza o acompanhamento.

Nesta quarta-feira (12) foram enviadas mais doses da vacina da Pfizer para os municípios de João Pessoa, Cabedelo e Campina Grande, que possuem capacidade para o armazenamento das doses, de acordo com as especificações do fabricante.

Últimas