Cidades Luana Lira e Isaac Souza são recolocados na Seleção Olímpica de Saltos Ornamentais para Tóquio

Luana Lira e Isaac Souza são recolocados na Seleção Olímpica de Saltos Ornamentais para Tóquio

Os paraibanos Luana Lira e Isaac Souza foram recolocados na lista dos brasileiros da Seleção Olímpica de Saltos Ornamentais e vão disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio. A boa notícia foi confirmada pelo o vice-presidente da Federação Paraibana de Desportos Aquáticos (FPDA), Antônio Meira. “É uma satisfação muito grande. Esperamos que eles possam engrandecer cada […]

Portal Correio
Luana Lira

Luana Lira

Portal Correio
Luana Lira (Foto: Divulgação/CBDA)

Os paraibanos Luana Lira e Isaac Souza foram recolocados na lista dos brasileiros da Seleção Olímpica de Saltos Ornamentais e vão disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio. A boa notícia foi confirmada pelo o vice-presidente da Federação Paraibana de Desportos Aquáticos (FPDA), Antônio Meira. “É uma satisfação muito grande. Esperamos que eles possam engrandecer cada vez mais o esporte da Paraíba”.

Dois paraibanos são convocados para jogar pela Seleção nas Olimpíadas de Tóquio

Segundo Antônio Meira, a informação foi passada pela Federação Internacional de Natação (Fina) à Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos e à Confederação Brasileira de Saltos Ornamentais.

“A Fina voltou atrás em sua decisão e os 18 melhores classificados da Copa do Mundo realizada no Japão estão classificados para os Jogos Olímpicos. Estamos todos de parabéns, especialmente o pessoal do salto ornalmental da Paraíba, com esta decisão. Vamos torcer por eles em Tóquio”, disse Antônio Meira.

Por conta do número de vagas para os Saltos Ornamentais nos Jogos Olímpicos, a Federação Internacional de Natação decidiu, em maio, mudar o sistema de classificação para Tóquio 2020, levando apenas os 12 finalistas da última Copa do Mundo, além dos já classificados em outras seletivas.

De acordo com Antônio Meira, a mudança afetava diretamente a classificação dos paraibanos Luana Lira e Isaac Souza que foram semifinalistas (entre os 18 melhores) da Copa do Mundo realizada em Tóquio. A Confederação Brasileira de Saltos Ornamentais, juntamente com a CBDA e o Comitê Olímpico do Brasil, reivindicaram que o regulamento fosse mantido.

Últimas