Cidades ‘Melhor não fechar para que as pessoas trabalhem e não saiam para lazer’, diz Cícero sobre estabelecimentos

‘Melhor não fechar para que as pessoas trabalhem e não saiam para lazer’, diz Cícero sobre estabelecimentos

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), defendeu, nesta terça-feira (15), que alguns estabelecimentos funcionem para garantir que mais pessoas permaneçam trabalhando e não saiam para aglomerações em lazer. Apesar disso, ele deixou claro que deve haver um rigor maior na fiscalização desses locais e não adiantou o que deverá constar no próximo decreto, […]

Portal Correio
Cícero Lucena

Cícero Lucena

Portal Correio
Cícero Lucena (Foto: Portal Correio)

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), defendeu, nesta terça-feira (15), que alguns estabelecimentos funcionem para garantir que mais pessoas permaneçam trabalhando e não saiam para aglomerações em lazer.

Apesar disso, ele deixou claro que deve haver um rigor maior na fiscalização desses locais e não adiantou o que deverá constar no próximo decreto, que será lançado pela prefeitura até o fim desta semana.

“Melhor não fechar determinadas coisas, para que fique funcionando, até para que a pessoa tenha um trabalho e não possa sair para o lazer”, defendeu Cícero, alertando para o fato de que um número maior de pessoas de folga viaja e acaba trazendo coronavírus de outros lugares para João Pessoa.

Em entrevista ao Correio Manhã, da Rede Correio Sat, o prefeito da Capital aposta na vacinação para conter o avanço da Covid-19 e flexibilizar a economia, mas pede que a população continue colaborando, obedecendo às medidas de distanciamento e higienização.

Ele disse que ainda está analisando dados como internações, índices de contaminação e oferta de UTIs para poder definir o que deverá constar no novo decreto.

O gestor falou que entende a necessidade dos comerciantes, que estão penalizados com as medidas e vão enfrentar mais um ano sem festas juninas, mas afirmou que qualquer medida sobre flexibilização da economia neste momento em que o vírus segue fazendo muitas vítimas depende de um amplo debate.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB), João Pessoa tem mais de 92,2 mil casos de coronavírus, com 2,7 mil mortes. A taxa de internação em UTI na Capital e região metropolitana é de 73%. Os dados são os mais recentes, divulgados nessa segunda-feira (14).

Conforme o decreto municipal atual, bares e restaurantes ficam fechados no fim de semana, com atendimento apenas por delivery (entrega) e takeaway (retirada no local). Praias também estão fechadas no fim de semana. Durante os dias úteis, há restrições nesses ambientes, entre outras regras para alguns serviços.

Conforme o Plano Normal do Governo do Estado, João Pessoa está na bandeira laranja, o que deixa a cidade sob medidas de redução da mobilidade e com restrições no funcionamento de serviços.

Últimas