Cidades Número de casos de arboviroses em João Pessoa é 67% menor em relação ao primeiro quadrimestre de 2020

Número de casos de arboviroses em João Pessoa é 67% menor em relação ao primeiro quadrimestre de 2020

A Secretaria de Saúde de João Pessoa registrou 455 casos confirmados de arboviroses, na Capital, de janeiro até abril deste ano. O número de casos teve uma redução de 67,7% em relação ao mesmo período no ano passado, quando foram registrados 1.412 casos confirmados de dengue, zika e chikungunya. De acordo com a diretora do Centro […]

Portal Correio
Óbitos por arboviroses, Arboviroses, Aedes

Óbitos por arboviroses, Arboviroses, Aedes

Portal Correio
Mosquito Aedes aegypti é transmissor de arboviroses (Foto: Imagem ilustrativa | Venilton Kuchler/ANPr)

A Secretaria de Saúde de João Pessoa registrou 455 casos confirmados de arboviroses, na Capital, de janeiro até abril deste ano. O número de casos teve uma redução de 67,7% em relação ao mesmo período no ano passado, quando foram registrados 1.412 casos confirmados de dengue, zika e chikungunya.
 
De acordo com a diretora do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Pollyana Dantas, as equipes de Vigilância Ambiental têm trabalhado em ações preventivas em todo o município. “Nossa equipe especializada atua desde a prevenção, como também no combate para eliminar os focos já existentes”, afirmou.
 
Pollyana explicou que os Distritos Sanitários realizam o monitoramento das áreas com maior incidência, fazendo o trabalho de educação ambiental para eliminar os possíveis criadouros e a equipe de controle faz os testes necessários através da inserção de material que será examinado para detectar locais infestados.
 
“Estamos fazendo as visitas para o controle e combate nesses locais que são considerados áreas críticas e pedindo cada vez mais o apoio da população, no sentindo de descartar o lixo corretamente e evitar deixar objetos que sejam considerados como potenciais para permitir o acúmulo de água e, consequentemente, proliferação do mosquito”, destacou a diretora do CCZ.
 
Segundo Pollyana, os locais considerados mais críticos são imóveis fechados ou abandonados, além daqueles locais com presença de lixo e materiais descartados a céu aberto a exemplo de pneus, garrafas e metralhas, muito comuns em terrenos baldios.

Do total de 455 casos de arboviroses registrados em João Pessoa de janeiro até abril deste ano, 380 são referentes à dengue, 62 correspondem aos casos de chikungunya e 13 de zika. Já dos 1.412 registrados no primeiro quadrimestre do ano passado, 1.255 são de dengue, 144 de chikungunya e 13 de zika.

Últimas