Portal Correio Exposição na Usina Energisa reflete sobre pluralidade feminina

Exposição na Usina Energisa reflete sobre pluralidade feminina

Em alusão ao mês das mulheres, a Usina Energisa realiza, desta terça (8) até o dia 8 de abril, exposição “Lineares” da artista plástica campinense, Thaynha Negreiros. O trabalho ficará disponível ao público de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na Galeria Alexandre Filho, na Usina Cultural Energisa, em João Pessoa. A exposição reflete […] The post Exposição na Usina Energisa reflete sobre pluralidade feminina first appeared on Portal Correio.

Usina Energisa

Usina Energisa

Portal Correio
Thaynha começou a grafitar em 2010 (Foto: Divulgação)

Em alusão ao mês das mulheres, a Usina Energisa realiza, desta terça (8) até o dia 8 de abril, exposição “Lineares” da artista plástica campinense, Thaynha Negreiros. O trabalho ficará disponível ao público de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na Galeria Alexandre Filho, na Usina Cultural Energisa, em João Pessoa.

A exposição reflete sobre a pluralidade feminina e a multiplicidade de cores, formas e linhas livres. Thaynha Negreiros traz a produção de sete pinturas em telas, que reverberam a ligação da artista com o graffiti e a pintura representativa. Em “Lineares”, a artista tem como fundamento de suas composições a sobreposição de formas e linhas, além de uma paleta que passeia entre cores análogas e complementares, utilizadas sistematicamente para promover unidade e continuidade.

A visitação seguirá todos os protocolos de segurança de enfrentamento a Covid-19: uso obrigatório de máscaras faciais, disponibilização de álcool 70%, aferição da temperatura corporal na entrada e apresentação de cartão de vacinação.

A artista

Thaynara Negreiros ficou conhecida como Thaynha quando começou a grafitar no ano de 2010. Graduada em Arte e Mídia e mestra em Artes Visuais pela UFPB, desenvolveu uma pesquisa sobre o graffiti e suas ramificações na arte contemporânea. Em sua poética, destaca-se o protagonismo da mulher, além da utilização de linhas, formas orgânicas e elementos botânicos. A sua identidade no graffiti é ressaltada pela utilização de uma paleta de cor diversa, fazendo uso amplo e experimental das cores.

Artista autodidata em várias técnicas, transita livremente por muros e também desenvolve trabalhos em aquarela, pintura digital e pintura em tela. Além disso, amplia seu campo criando trabalhos para o Audiovisual no núcleo de Direção de Arte, sempre experimentando novas possibilidades que busquem traduzir sua poética para novos suportes e técnicas.

Acompanhe a TV Correio na internet

The post Exposição na Usina Energisa reflete sobre pluralidade feminina first appeared on Portal Correio.

Últimas