Portal Correio João Pessoa lança quatro editais da Lei Aldir Blanc, com R$ 1,8 milhão em premiações

João Pessoa lança quatro editais da Lei Aldir Blanc, com R$ 1,8 milhão em premiações

A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) lançou, nesta quarta-feira (29), quatro editais relacionados à Lei Aldir Blanc. O investimento é de R$ 1,8 milhão e contempla diversos tipos de linguagens artísticas. As inscrições já estão abertas e seguem até 12 de novembro. Prêmio Culturas Populares ‘Mestre Manoel Baixinho’ O edital vai premiar iniciativas realizadas […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Um dos editais é voltado para cultura negra | Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) lançou, nesta quarta-feira (29), quatro editais relacionados à Lei Aldir Blanc. O investimento é de R$ 1,8 milhão e contempla diversos tipos de linguagens artísticas. As inscrições já estão abertas e seguem até 12 de novembro.

Prêmio Culturas Populares ‘Mestre Manoel Baixinho’

O edital vai premiar iniciativas realizadas ou em andamento de mestres, aprendizes, contramestres, agentes culturais, arte educadores, artesãos, fazedores e iniciativas que representem a cultura popular em João Pessoa. Serão selecionadas até 44 iniciativas culturais para premiação no valor unitário de R$ 5 mil.

Prêmio ‘Mãe Edith de Yansã’

O edital prevê concessão de R$ 880 mil para propostas de produção de conteúdo envolvendo atividades artísticas e culturais, além da formação e qualificação profissional. Os trabalhos podem ser individuais ou coletivos. Cada proponente poderá inscrever apenas um trabalho.

Prêmio João Balula

O edital vai premiar iniciativas realizadas ou em andamento de artistas, mestres, grupos, coletivos, comunidades de matriz africana ou terreiros geridos por pessoas negras. Será disponibilizado o valor de R$ 475 mil para até 95 iniciativas culturais selecionadas. O valor unitário da premiação é de R$ 5 mil.

Chamada pública

Há ainda um edital de chamada pública para concessão de subsídio mensal para a manutenção de espaços artísticos e culturais, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações culturais comunitárias que tiveram as suas atividades interrompidas por força das medidas de isolamento social. Serão disponibilizados R$ 300 mil, sendo 30% destinados a espaços culturais administrados por pessoas negras.

Últimas