Portal Correio Paraíba se torna o único estado do Brasil a ter duas cidades com selo da Unesco

Paraíba se torna o único estado do Brasil a ter duas cidades com selo da Unesco

A Paraíba se tornou, nessa segunda-feira (8), o único estado brasileiro com duas ‘Cidades Criativas’, título concedido pela Unesco. Apenas 295 cidades integram o grupo em todo o planeta. Campina Grande recebeu o selo na categoria Artes de Mídia. O anúncio foi feito pela diretora-geral da organização mundial, Audrey Azoulay, em Paris. João Pessoa já […]

Portal Correio

A Paraíba se tornou, nessa segunda-feira (8), o único estado brasileiro com duas ‘Cidades Criativas’, título concedido pela Unesco. Apenas 295 cidades integram o grupo em todo o planeta. Campina Grande recebeu o selo na categoria Artes de Mídia. O anúncio foi feito pela diretora-geral da organização mundial, Audrey Azoulay, em Paris. João Pessoa já havia conquistado o selo em 2017, na categoria Artesanato e Artes Populares.

A propositura para que Campina Grande recebesse o título de Cidade Criativa foi enviada à Unesco pela Prefeitura Municipal, com apoio do Sebrae Paraíba, da Fundação Parque Tecnológico da Paraíba e de outras instituições, como Fecomércio, Fiep e CDL-CG.

De acordo com o empresário Alexandre Moura, comitê responsável por elaborar e apresentar a candidatura do município, a conquista do título de Cidade Criativa é o primeiro passo para que novas oportunidades nessa área possam surgir e beneficiar a população de Campina Grande.

“Campina Grande agora faz parte de um grupo de elite no mundo. As portas estão abertas para a cidade. Cabe, agora, a Campina Grande atravessar essas portas e avançar, não só na área em que ela foi escolhida Cidade Criativa, mas também em diversas áreas correlatas, como a tecnologia”, afirmou Alexandre Moura, ao enfatizar que o Sebrae vai continuar apoiando todas as iniciativas que possam contribuir para o crescimento da Rainha da Borborema.

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, ressaltou que a concessão do título eleva a responsabilidade do município para incentivar, através de instituições públicas e privadas, ações de fomento a economia criativa, inovação, ao setor de artes e mídia e a todos os setores que podem ser beneficiados pelo título.

“O reconhecimento da Unesco eleva muito a nossa responsabilidade. Ele também demonstra a vocação da cidade para as artes midiáticas e a nossa capacidade de reverter, em artes e mídias, aquilo que a gente produz em cultura e em economia criativa. Essa é uma grande porta que se abre. Mais do que um selo, que deve ser comemorado pelo poder público, é essencial que a cidade se aproprie dessa conquista”, pontuou o prefeito.

Cidades criativas

Além de Campina Grande, o município de Recife também está entre as 49 novas cidades criativas de todo o mundo anunciadas nessa segunda-feira (8) pela Unesco. A capital pernambucana conquistou o título na categoria Música. Com esse anúncio, o Brasil passa a contar com 12 cidades criativas, eleitas em diversas categorias.

Ao receber o título, o município contemplado passa a integrar oficialmente a Rede de Cidades Criativas da Unesco, cujo objetivo é favorecer a cooperação entre os municípios que consideram a criatividade como um fator estratégico para o seu desenvolvimento sustentável, em aspectos econômicos, sociais, ambientais e culturais.

Além disso, as cidades que aderem à rede se comprometem a compartilhar boas práticas e a desenvolverem parcerias, buscando promover as indústrias da cultura e da criatividade no âmbito de seus planos de desenvolvimento urbano.

Últimas