Cidades Prefeitura de Olinda (PE) cancela Carnaval por aumento de Covid-19 

Prefeitura de Olinda (PE) cancela Carnaval por aumento de Covid-19 

Anúncio foi feito nesta quarta-feira (5) pela prefeitura. Justificativa foi o agravamento da pandemia e os casos de influenza

  • Cidades | Do R7

Prefeitura de Olinda (PE) cancela Carnaval por causa do aumento de Covid-19 e gripe

Prefeitura de Olinda (PE) cancela Carnaval por causa do aumento de Covid-19 e gripe

Divulgação / Prefeitura de Olinda

A Prefeitura de Olinda, em Pernambuco, que tem um tradicional Carnaval de rua, anunciou nesta quarta-feira (5) o cancelamento das festividades deste ano. "O bloco da saúde tá sempre em primeiro lugar. A pandemia continua no mundo inteiro e não tinha como fazer festa com tanta gente ainda pegando Covid e gripe", justificou.

Segundo a prefeitura, a prioridade é a saúde da população no atual período pandêmico da Covid-19 e devido ao aumento do número de casos de influenza. A medida foi informada pelo prefeito, Professor Lupércio, durante coletiva de imprensa no Palácio dos Governadores.

Mesmo com a não realização da festa, foram detalhadas linhas de investimento para a cultura em dois eixos: Auxílio do Carnaval e Circuito Cultural: Fomento à Cultura.

A cidade de Olinda é destaque no mundo por promover a maior festa popular que tem como princípio a valorização da cultura local. Este é o segundo ano em que o Carnaval é cancelado por causa da Covid-19.

O prefeito de Olinda explicou a decisão: “Eu sempre disse que nós estávamos preparados para realizar o Carnaval da nossa cidade em 2022 desde que as condições por conta da pandemia fossem favoráveis. No entanto, o cenário pandêmico não nos permite fazer este que é o maior Carnaval do mundo. Mesmo assim, vamos continuar investindo na cultura da nossa cidade, que é Patrimônio Cultural da Humanidade”.

Segundo Professor Lupércio, “a prioridade desde o início é a saúde, a vida. Vamos seguir trabalhando dia e noite neste sentido”.

Na mensagem divulgada pela prefeitura, a recomendação é para que todos se cuidem para que a festa seja retomada em 2023.

Últimas