Cidades Servidores públicos são alvos de operação que investiga latrocínio e tráfico de drogas

Servidores públicos são alvos de operação que investiga latrocínio e tráfico de drogas

A Policia Civil da Paraíba deflagrou, na manhã desta quinta-feira (13), a Operação Latrol, que investiga crimes de latrocínio (roubo seguido de morte), tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. A ação contou com apoio da Polícia Militar, da Secretaria de Administração Penitenciária e do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) do […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Imagem ilustrativa | Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

A Policia Civil da Paraíba deflagrou, na manhã desta quinta-feira (13), a Operação Latrol, que investiga crimes de latrocínio (roubo seguido de morte), tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. A ação contou com apoio da Polícia Militar, da Secretaria de Administração Penitenciária e do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

A operação policial tem como objetivo o cumprimento de 44 mandados judiciais expedidos pela Vara de Entorpecentes da Comarca da Capital, sendo 28 de busca e apreensão e 16 de prisão temporária. Entre os alvos das ordens de busca e apreensão estão dois servidores públicos. As ações acontecem em João Pessoa e Pilar-PB.

De acordo com o delegado Allan Murilo Terruel, um deles é um policial penal e outro trabalha em uma Secretaria de Estado. O delegado não divulgou detalhes da suposta participação dos alvos no esquema criminoso.

O nome da operação é menção ao líder da organização criminosa conhecido por “Latrol” – referência a latrocínio. Ao final da operação, os presos serão levados à Central de Polícia da Capital, onde ficarão custodiados à disposição da Justiça paraibana e serão ouvidos na Delegacia de Combate à Corrupção (Deccor) durante o decorrer das investigações.

Últimas