Cidades Vendas do varejo sobem 0,7% em fevereiro na Paraíba, diz IBGE

Vendas do varejo sobem 0,7% em fevereiro na Paraíba, diz IBGE

As vendas do varejo paraibano voltaram a reagir no mês de fevereiro, segundo apurou a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) divulgada, nesta terça-feira (13), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta do índice ficou em 0,7% em fevereiro sobre o mês anterior, um pouco acima da média alcançada pelo País (0,6%). Contudo, […]

Portal Correio
Serviços

Serviços

Portal Correio
Foto: Imagem ilustrativa/Divulgação/Secom-PB

As vendas do varejo paraibano voltaram a reagir no mês de fevereiro, segundo apurou a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) divulgada, nesta terça-feira (13), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta do índice ficou em 0,7% em fevereiro sobre o mês anterior, um pouco acima da média alcançada pelo País (0,6%). Contudo, sete estados e o Distrito Federal registraram queda no setor.

As vendas do varejo ampliado da Paraíba, que analisa os segmentos de veículos, peças e materiais de construção, também registraram alta em fevereiro (2,3%), apontando uma reação. Neste segmento, apenas quatro estados tiveram queda no país, que registrou alta de 4,1%. 

Das oito atividades pesquisadas, quatro tiveram taxas positivas no país. Livros, jornais, revistas e papelaria registraram maiores crescimentos frente a janeiro. Outros setores que contribuíram positivamente para o resultado foram atividades de móveis e eletrodomésticos e tecidos, vestuário e calçados, assim como hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, com grande peso na pesquisa, que também avançou.

Já nos segmentos negativos estão os combustíveis e lubrificantes, artigos farmacêuticos, equipamentos e materiais para escritório, e outros artigos de uso pessoal e doméstico (-0,5%).

Para o gerente de Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) do IBGE, Cristiano Santos, a volta às aulas gerou aquecimento nas vendas. “Janeiro é um mês de contas extraordinárias, como IPTU e IPVA, então é comum um consumo menor no comércio. Já em fevereiro, temos a volta do orçamento mensal das famílias a uma maior normalidade e o retorno dos alunos às escolas, aquecendo as compras de material escolar. Assim, mesmo com o cancelamento do carnaval, que impacta, por exemplo, em menores vendas de bebidas alcoólicas nos supermercados, tivemos uma variação positiva esse mês”, avaliou Santos.

Últimas