Notícias Desenvolvimento Regional diz que acompanha in loco estragos da chuva na Baixada

Desenvolvimento Regional diz que acompanha in loco estragos da chuva na Baixada

Agência Estado

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) afirmou nesta terça-feira, 3, que avaliará a necessidade de liberação de recursos para a região da Baixada Santista (SP), atingida pela chuva, após decretação de estado de emergência e, envio de demandas elaboradas por municípios.

"Obter o reconhecimento federal de situação de emergência é o primeiro passo para solicitar recursos ao MDR", afirma a pasta em nota.

O ministério informou que irá priorizar situações mais críticas. "Em especial os pequenos municípios e os que estão em maior dificuldade econômica."

A pasta afirma que acompanha in loco estragos causados pela chuva na região da Baixada Santista. O secretário nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), coronel Alexandre Lucas, está na região.

O ministério tem atuado, por exemplo, na "emissão de alertas" para evitar "perdas materiais e humanas". "A Defesa Civil Nacional apoia e atua de forma complementar aos Estados e municípios, agindo sob demanda dos entes."

Últimas