Anglo American diz que vai reconfigurar trabalho em minas para conter coronavírus

LONDRES (Reuters) - A Anglo American afirmou nesta sexta-feira que vai reconfigurar os trabalhos em minas de países como o Chile para conter a disseminação do coronavírus, mas acrescentou que ainda não houve interrupções materiais à produção.

O vírus, que já matou mais de 10 mil pessoas em todo o mundo, afetou os mercados globais e forçou mineradoras como Rio Tinto e Teck Resources a reduzir atividades, à medida que governos limitam a movimentação de pessoas.

"Em algumas operações, como as no Chile, estamos tomando medidas para reprogramar temporariamente os trabalhos, com o objetivo de ajudar a reduzir a densidade de pessoas na instalação e, com isso, reduzir a probabilidade de propagação do vírus", disse a Anglo em comunicado.

A mineradora, que produz cobre no Chile, afirmou que suas cadeias de oferta estão funcionando bem neste momento, como resultado do compromisso com fornecedores.

A Anglo havia anunciado na quinta-feira que reduzirá as operações na mina de cobre de Los Bronces, no Chile, mas disse que as perdas de produção serão mínimas.

(Reportagem de Zandi Shabalala)