Economia Após quatro quedas, taxa de juros do cartão de crédito sobe em agosto

Após quatro quedas, taxa de juros do cartão de crédito sobe em agosto

O valor para o cheque especial se manteve o mesmo do que em julho deste ano, a 303,2% de taxa ao ano

Juros do cartão de crédito

Juros do cheque especial se mantiveram estáveis

Juros do cheque especial se mantiveram estáveis

Thiago Teixeira/Estadão Conteúdo

As taxas de juros do rotativo do cartão de crédito voltaram a subir em agosto deste ano, atingindo a taxa de 274% ao ano, segundo as estatísticas divulgadas pelo Banco Central nesta quarta-feira (26).

Em julho deste ano, a taxa estava em 271,4% ao ano. A linha de crédito caiu consideravelmente em comparação com agosto de 2017, quando a taxa era de 392% ao ano. 

De março deste ano até julho, a taxa do rotativo do cartão havia caído quatro meses consecutivos. O valor de agosto quebrou a série de bons resultados. Em março, era de 335,1% ao ano, caindo para 328% em abril, 302,7% em maio, 291,8% em junho e 271,4% em julho. 

Já a taxa de juros do cheque especial se manteve estável em relação a julho, a 303,2% ao ano. Em comparação com agosto de 2017, os juros do cheque registraram queda, já que estavam em 317,3% ao ano. 

Assim como o rotativo do cartão, o cheque especial também havia mostrado quedas desde março deste ano, quando a taxa de juros era de 324,7% ao ano. Em abril era de 321%, em maio 311,9% ao ano, junho 304,9% ao ano. Em julho e agosto a taxa se manteve igual, em 303,2% ao ano.