BC francês vê recuperação de crescimento econômico no 1° tri

PARIS (Reuters) - O crescimento econômico da França deve se recuperar no primeiro trimestre do ano após uma queda no final de 2019, quando greves no transporte reduziram a atividade, estimou o banco central do país nesta segunda-feira.

O Banco da França prevê um crescimento de 0,3% no primeiro trimestre em relação aos três meses anteriores, quando a segunda maior economia da zona do euro recuou 0,1%.

A queda pegou a maioria dos economistas e o Banco da França desprevenidos - o banco central previa um crescimento de 0,2% no quarto trimestre - com mais de um mês de greves de transporte devido à reforma previdenciária.

As empresas tinham pouca escolha a não ser esgotar os estoques em vez de produzir mais mercadorias, disse o presidente do Banco da França, François Villeroy de Galhau, em comentários de seu escritório.

"Nossa análise é de que se trata de um soluço temporário e a França deve retornar à velocidade de cruzeiro trimestral de 0,3% ao longo de 2020", disse Villeroy.

Apoiando essa visão, a economia francesa foi beneficiada pelo crescimento do emprego e da renda, enquanto o investimento corporativo também foi firme, acrescentou.

(Por Leigh Thomas)