Economia BCE define nova meta de inflação após revisão de estratégia de 18 meses

BCE define nova meta de inflação após revisão de estratégia de 18 meses

MACRO-BCE-METAS:BCE define nova meta de inflação após revisão de estratégia de 18 meses

Reuters - Economia

FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu estabeleceu uma nova meta de inflação nesta quinta-feira, após revisão de estratégia de 18 meses, na esperança de reforçar sua credibilidade depois de ter ficado aquém de seu objetivo atual por quase uma década.

Numa decisão amplamente esperada, prenunciada pelas autoridades de política monetária, o BCE fixou sua meta de inflação em 2% no médio prazo, abandonando uma formulação anterior que almejava inflação "abaixo, mas perto de 2%", o que deu a impressão de que o banco central da zona do euro estava mais preocupado com o aumento dos preços acima de sua meta do que abaixo dela.

Embora o BCE tenha dito que sua meta será simétrica, ele não fez nenhuma referência específica a tolerar uma superação do objetivo de inflação após longos períodos de alta fraca dos preços, uma possível decepção para os investidores que buscavam esse compromisso, que garantiria estímulos mesmo em meio à recuperação.

"Simetria significa que o Conselho do BCE considera os desvios negativos e positivos desta meta como igualmente indesejáveis", afirmou o banco.

Esta primeira revisão de estratégia desde 2003 estava entre as principais prioridades da presidente do BCE, Christine Lagarde, e o projeto foi lançado imediatamente depois que ela assumiu a liderança do banco, após Mario Draghi, no final de 2019.

"O Conselho também confirmou que o conjunto de taxas de juros do BCE continua sendo o instrumento principal de política monetária", completou. "Outros instrumentos, como orientação futura, compras de ativos e operações de refinanciamento de longo prazo...continuam como parte integral das ferramentas do BC, a serem usadas conforme apropriado."

(Por Balazs Koranyi, William Schomberg e David Milliken;)

Últimas