Economia Dólar tem maior queda desde 1º de setembro e vale R$ 5,51

Dólar tem maior queda desde 1º de setembro e vale R$ 5,51

Moeda norte-americana caiu 1,34% após acumular ganho de quase 7% nas últimas quatro sessões

Reuters
Cotação do dólar perdeu força após marcar R$ 5,62

Cotação do dólar perdeu força após marcar R$ 5,62

Marcelo Del Pozo/Reuters - 16.11.2014

O dólar teve um "respiro" e fechou em queda de mais de 1% nesta quinta-feira, com investidores de olho no noticiário sobre mais estímulos nos Estados Unidos e aproveitando para realizar lucros depois de quatro altas seguidas da divisa.

Na sessão, a moeda norte-americana negociada no mercado à vista caiu 1,34%, a R$ 5,5128 na venda. É a maior queda percentual diária desde 1º de setembro (-1,75%). O dólar vinha de quatro altas seguidas, nas quais acumulou ganho de 6,8%.

A manhã ainda foi de pressão no câmbio, com a divisa superando a barreira de R$ 5,60 e alcançando R$ 5,625 (+0,67%) por volta de 10h45. No meio da tarde, o dólar bateu a mínima do dia, de R$ 5,494, queda de 1,68%. 

Logo depois de bater a máxima da sessão, a cotação da divisa começou a perder força, seguindo descompressão externa e após o Tesouro Nacional anunciar os lotes disponibilizados para leilão de títulos públicos.

Últimas