Economia Empresa cria desconto no seguro de vida para quem foi vacinado contra Covid

Empresa cria desconto no seguro de vida para quem foi vacinado contra Covid

EMPRESAS-PORTOSEGURO-COVID:Empresa cria desconto no seguro de vida para quem foi vacinado contra Covid

Reuters - Economia

Por Aluisio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - A Porto Seguro vai começar a vender nesta terça-feira apólices de seguro de vida com desconto para pessoas que comprovarem que foram vacinadas contra a Covid-19.

As novas apólices individuais da marca contratadas até o fim de 2021 terão 5% de desconto no primeiro ano para quem mostrar que recebeu a primeira dose do imunizante e de 10% para quem tiver concluído o ciclo vacinal contra a doença provocada pelo coronavírus.

A ação vem na esteira do salto das despesas de seguradoras com pagamento de indenizações devido a mortes causadas pela pandemia no Brasil, que já contabiliza mais de 540 mil vítimas fatais desde o início, em março de 2020.

Com cerca de 4,2 milhões de vidas seguradas no fim de março, o dado mais recente, a Porto Seguro viu sua sinistralidade -índice que mede a relação entre receitas com venda de apólices e as despesas com pagamento de indenizações- disparar 60% no primeiro semestre, sobre um ano antes, no negócio de seguro de vida.

Segundo a Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi), de abril de 2020 a maio de 2021, mais de 58 mil indenizações devido a mortes por Covid foram pagas no Brasil, sendo 34,7 mil apenas nos cinco primeiros meses deste ano. Em valores, os pagamentos chegam a 2,6 bilhões de reais.

Segundo o diretor de Vida e Previdência da Porto Seguro, Carlos Eduardo Gondim, a iniciativa combina o estímulo para as pessoas se protegerem contra a doença e uma lógica de negócios, com a seguradora também reduzindo riscos para a companhia.

"É um recado de que a gente valoriza quem se valoriza, mas também é uma lógica de negócios", disse Gondim.

Além do desconto na apólice, a Porto Seguro vai oferecer para os vacinados contra Covid reduzição de 90 para 30 dias no prazo de carência para acionar o seguro.

O anúncio ocorre também num momento de forte crescimento da demanda por seguro de vida. O executivo citou dados da FenaPrevi que mostram que o negócio de seguro pessoal cresceu cerca de 25% em 2021 até maio, sobre um ano antes.

Últimas