Economia Índices da China fecham em alta após corte de juros do Fed alimentar expectativa de estímulo

Índices da China fecham em alta após corte de juros do Fed alimentar expectativa de estímulo

Reuters

XANGAI (Reuters) - Os principais índices acionários da China terminaram em alta na quarta-feira uma vez que os investidores esperam mais estímulo doméstico depois que o Federal Reserve cortou a taxa de juros dos Estados Unidos para lidar com as consequências econômicas do coronavírus.

Adicionalmente, economistas pediram um rápido suporte para evitar falências em massa após o setor de serviços da China ter registrado seu pior mês na história em fevereiro, segundo a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,58%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,63%.

O Fed cortou a taxa de juros em 0,50 ponto percentual em uma medida de emergência na terça-feira que destacou a preocupação do banco central norte-americano com a epidemia.

A China, que já adotou uma série de medidas para sustentar a economia, manteve os custos de empréstimos de curto prazo nesta quarta-feira, dando de ombros para o Fed.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,08%, a 21.100 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,24%, a 26.222 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,63%, a 3.011 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,58%, a 4.115 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 2,24%, a 2.059 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,57%, a 11.392 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,18%, a 3.025 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 1,71%, a 6.325 pontos.

Últimas