Economia Inflação do aluguel desacelera em abril, diz FGV

Inflação do aluguel desacelera em abril, diz FGV

Contratos vencidos neste mês vão ficar 6,68% mais caros ao consumidor, percentual inferior ao registrado no mesmo período do ano passado

  • Economia | Giuliana Saringer, do R7

Indicador acumula alta de 2,5% em 2020

Indicador acumula alta de 2,5% em 2020

Fernanda Carvalho/Fotos Públicas

A inflação do aluguel desacelerou em abril, segundo o IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado), divulgado nesta quarta-feira (29) pela FGV (Fundação Getulio Vargas). 

O indicador ficou em 0,80%, frente a 1,24% no mês anterior e 0,92% em março de 2019. 

Os contratos de aluguel vencidos em abril deste ano ficaram 6,68% mais caros na hora da renovação. 

Desconto no aluguel dá fôlego a finanças de inquilinos na pandemia

Isto significa que um alugel de R$ 800 passa a custar R$ 853,44. No mesmo período do ano passado, o reajuste foi de 8,64%, o que significa que um aluguel de R$ 800 passou para R$ 869,12. 

O resultado do mês foi bastante influenciado pela queda no preço dos combustíveis (gasolina e etanol), dos cursos de ensino superior e fundamental e das carnes de aves. Em contrapartida, a cebola, o café e o leite pesaram mais no bolso dos brasileiros em abril. 

O IGP-M acumula alta de 2,5% de janeiro a abril de 2020. 

Últimas