Mais de 600 mil vagas temporárias serão abertas até junho, prevê associação

Crescimento de 15% das contratações deve ocorrer com o relaxamento das restrições contra a Covid-19 e a retomadaeconômica, aponta Asserttem

  • Economia | Do R7

audima
Brasil deve abrir cerca de 635 mil vagas temporárias no segundo trimestre
Reprodução/RecordTV

O Brasil deve abrir cerca de 635 mil vagas temporárias de trabalho neste segundo trimestre de 2022, estima a Asserttem (Associação Brasileira de Trabalho Temporário).

A projeção, 15% maior do que o total registrado no ano passado (552.609 vagas), leva em conta o relaxamento das restrições em relação à pandemia de Covid-19 e a retomada econômica.

O presidente da Asserttem, Marcos de Abreu, afirma que as contratações devem acontecer de forma mais harmônica, com prazos mais longos, acima de 90 dias, sem a necessidade das empresas de "agir com medo".

“As incertezas geradas pela pandemia afetaram de forma contundente as empresas, que nos últimos dois anos se apoiaram no trabalho temporário para atender suas demandas", diz ele.

A Asserttem prevê ainda que o terceiro trimestre deve puxar as contratações neste ano, com destaque para as vagas abertas na indústria, no agronegócio e nos serviços prestados às famílias.

Publicidade
Ir para versão mobile