Economia Pesquisa: 51% dos cargos avaliados tiveram aumento acima da inflação

Pesquisa: 51% dos cargos avaliados tiveram aumento acima da inflação

Levantamento realizado na PageGroup avaliou 14 setores brasileiros. Inflação oficial fechou o ano de 2018 em 3,75%

Aumento salarial

Apenas 14% tiveram queda nos salários em 2018

Apenas 14% tiveram queda nos salários em 2018

Itaci Batista/13.10.2012/Estadão Conteúdo

Um levantamento realizado pela empresa de recrutamento PageGroup aponta que 51% dos cargos avaliados tiveram aumento salarial acima da inflação em 2018. A inflação oficial, medida pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), fechou o ano em 3,75%

Outros 35% tiveram reposição salarial ou manutenção e apenas 14% tiveram queda no valor. O presidente do PageGroup no Brasil, Gil van Delft, afirma que a previsão de aumento do PIB (Produto Interno Bruto) gera confiança no mercado e faz com que as empresas valorizem mais o trabalho dos profissionais. 

"As companhias que pretendem crescer nos próximos anos sabem que parte desse investimento terá de ser feito no time de colaboradores, os responsáveis diretos pela criação e execução das estratégias da empresa. Alguns setores, como infraestrutura, construção civil e a indústria de um modo geral, começam a mostrar sinais de recuperação. Esses indicadores ajudam a explicar em parte a melhora na folha de pagamento dos executivos brasileiros", afirma. 

Metodologia da pesquisa

Foram avaliados 513 cargos de 14 setores diferentes — Engenharia & Manufatura, Supply Chain e Operações, Varejo, Vendas, Marketing & Digital, Tecnologia da Informação, Jurídico, Saúde & Life Science, Financeiro & Tributário, Seguros, Bancos e Serviços Financeiros, Recursos Humanos, Imobiliário e Construção e Secretarial & Business Support. 

Os cargos foram listados em faixas salariais mensais que variam de acordo com a experiência do profissional (júnior, pleno, sênior ou coordenador) e porte da empresa (pequeno, médio ou grande). Foram consultados 6 mil profissionais em todo Brasil. 

    Access log