Política monetária 'continuará altamente acomodatícia', diz presidente do Fed

O presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, afirmou que a política monetária adotada pelo banco central americano "continuará altamente acomodatícia" até que a retomada da economia dos EUA esteja ocorrendo em magnitude adequada. "Certamente não estamos sem munição de política monetária. Temos mais margem", destacou Powell, em entrevista coletiva, depois da decisão do Fed de manter os juros entre 0% e 0,25% ao ano.

De acordo com o presidente do Fed, o nível de atividade nos EUA está em processo de retomada melhor do que o esperado até o momento, mas tal ritmo de melhora pode não continuar. "Alguns setores da economia não se recuperarão totalmente até que tenhamos vacina" contra a covid-19, destacou.

Para Jerome Powell, a economia americana é altamente desenvolvida e tem condições de ter taxa de desemprego bem baixa sem gerar problemas de pressão de alta de inflação. Isto ocorre por uma série de fatores, entre eles as expectativas para os índices de preços serem bem ancoradas pelo Fed e também por outros elementos, como alta competição de empresas e elevação da produtividade por uso de tecnologias.

Na avaliação do presidente do Fed, os programas de relaxamento quantitativo baseados na compra de títulos do Tesouro americano pelo Federal Reserve apoia as condições financeiras e de crescimento nos EUA.

Powell não entrou em detalhes específicos sobre como será composto no curto prazo o forward guidance do banco central americano: "Vamos apoiar nossa credibilidade com ações."