Eleições 2020 Eleições: TSE registra 99 atos de violência política este ano

Eleições: TSE registra 99 atos de violência política este ano

Assessoria Especial de Segurança e Inteligência mostrou relatório com casos de homicídio ou tentativas de assassinato de pré-candidatos e candidatos

Agência Estado
TSE apontou 99 casos de homicídio de pré-candidatos e candidatos este ano

TSE apontou 99 casos de homicídio de pré-candidatos e candidatos este ano

Antonio Augusto/Ascom/TSE - 06.10.2020

A Assessoria Especial de Segurança e Inteligência apresentou um relatório parcial apontando 99 casos de homicídio ou tentativas de assassinato de pré-candidatos e candidatos neste ano. O TSE, no entanto, não mostrou dados específicos sobre os crimes nas disputas pelo poder.

Leia mais: Eleições: TSE aprova envio de tropas federais a Manaus e Fortaleza

Os números divergem do monitoramento do Estadão, que apontou o maior número de mortes por motivações políticas este ano desde a Lei de Anistia e o início da redemocratização, em 1979.

Veja ainda: Em SP, Covas aparece com 54% e Boulos com 46%, diz Datafolha

Desde janeiro, foram 107 assassinatos, segundo o levantamento. Das vítimas, 33 eram pré-candidatos e candidatos a prefeito e a vereador. Segundo o TSE, houve um salto de crimes desde 2016, quando 46 candidatos e pré-candidatos teriam sido alvo de atentados. Pelo monitoramento do Estadão, foram 47.

Últimas