Eleições 2020 Republicanos cresce e fica entre as dez maiores siglas do país

Republicanos cresce e fica entre as dez maiores siglas do país

Partido dobrou o número de prefeituras das últimas eleições e vai governar 211 cidades a partir de 1º de janeiro de 2021

Vice-Presidente da Câmara, Marcos Pereira é o presidente do Republicanos

Vice-Presidente da Câmara, Marcos Pereira é o presidente do Republicanos

Divulgação

O Republicanos dobrou o número de prefeituras nas eleições de 2020. A sigla terminou o primeiro turno com a liderança do executivo de 211 cidades, ganhou  a mais (103%) que o total de municípios conquistados em 2016. Com isso, ficou entre os 10 maiores partidos em números de prefeitos do Brasil.

Renata Sene foi reeleita na prefeitura de Francisco Morato (SP) com 86,99%

Renata Sene foi reeleita na prefeitura de Francisco Morato (SP) com 86,99%

Divulgação

No pleito de domingo (15), foram escolhidos 211 prefeitos da sigla. O Republicanos ainda emplacou 181 vice-prefeitos. O estado com o maior número de vitórias foi Minas Gerais, onde 41 municípios elegeram nomes do partido. Na sequência aparecem Maranhão (24), São Paulo (21) e Paraíba (17).

Segundo turno

O número de cidades governadas pelo Republicanos pode crescer mais. Em três capitais, candidatos da sigla ainda estão lutando por uma vaga. Destaque para o Rio de Janeiro, onde Marcelo Crivella obteve mais de meio milhão de votos no primeiro turno. Ele enfrentará Eduardo Paes (DEM).

Crivella teve mais de meio milhão de votos no RJ

Crivella teve mais de meio milhão de votos no RJ

Prefeitura do Rio

Em Vitória (ES), o republicano Delegado Pazolini conquistou 30,95 % dos votos e disputará o segundo turno com Joao Coser (PT). Já em São Luís (MA), Duarte segue na corrida pela prefeitura com 22,15% da preferência do eleitorado. Ele concorre com Eduardo Braide (Podemos).

Além das prefeituras, o Republicanos elegeu 2.603 vereadores em todo o país. A diferença foi de 983 eleitos em comparação a 2016. Mais uma vez, Minas Gerais foi o estado que mais elegeu candidatos, com 371. Na sequência aparece São Paulo (311) e Maranhão (203).

Últimas