Notícias Gorinchteyn promete intensificar a fiscalização em bares e restaurantes de SP

Gorinchteyn promete intensificar a fiscalização em bares e restaurantes de SP

Agência Estado

O secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, afirmou nesta sexta-feira, 21, que vai intensificar a fiscalização em bares e restaurantes de todo o Estado para averiguar se os estabelecimentos e os clientes estão cumprindo as normas sanitárias para prevenir a disseminação do novo coronavírus. A declaração foi feita durante uma blitz surpresa que ocorreu no início da noite em bares da Vila Madalena, bairro boêmio da capital.

De acordo com Gorinchteyn, a fiscalização pretende evitar que o coronavírus continue circulando e que os municípios retrocedam no Plano São Paulo, que consiste na reabertura de locais públicos por fases. "Ainda temos muito o que fazer para a prevenção enquanto a vacina não estiver presente", afirmou o secretário.

Ele lembrou que, nas semanas anteriores, bares da capital ficaram repletos de pessoas que não respeitaram o distanciamento. Segundo Gorinchteyn, a secretaria de Saúde observou que os estabelecimentos fecharam e as pessoas ficavam do lado de fora. "A maioria dos bares e restaurantes têm respeitado as normas, porque querem continuar abertos."

A diretora da Vigilância Sanitária Estadual, Maria Cristina Megid, afirmou que até o momento foram multadas por estarem sem máscara no Estado 85 pessoas. Nenhuma delas ofereceu resistência. No caso de um recinto em que os clientes estejam sem máscara, a multa aplicada ao estabelecimento é por pessoa que desrespeita a regra. Porém, durante a degustação de comidas e bebidas é permitido que os clientes de bares e restaurantes tirem a máscara.

Durante a blitz surpresa, os bares da rua Aspicuelta estavam com poucos clientes, quando não vazios. Na noite desta sexta-feira, a temperatura chegou a 9 graus. O levantamento com o número de multas e autuações em bares e restaurantes será divulgado na segunda-feira, 24, junto com o balanço do fim de semana.

Últimas