Notícias Governador de Minas afasta secretário de Saúde após vacinação irregular

Governador de Minas afasta secretário de Saúde após vacinação irregular

Agência Estado

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou nesta quinta-feira (11) o afastamento do secretário estadual de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, após denúncias de irregularidades na aplicação de vacinas contra a covid-19 a servidores da pasta. Ao todo, 806 servidores da secretaria, incluindo Carlos Amaral, receberam doses de imunizantes.

Pelo Twitter, Zema afirmou que agradece ao ex-secretário pelo trabalho realizado à frente da secretaria, em especial pelo combate à pandemia e retomada das obras dos hospitais regionais do Estado. "Minas Gerais tem um dos melhores resultados no enfrentamento ao coronavírus graças à responsabilidade da gestão", escreveu. No lugar de Amaral, assume o médico Fábio Baccheretti, atual presidente da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig).

As denúncias da vacinação irregular motivaram abertura de comissão parlamentar de inquérito na Assembleia Legislativa de Minas Gerais nesta quinta-feira (11). É a primeira vez que o governador Romeu Zema, eleito com a promessa de combater privilégios, enfrenta uma CPI.

Últimas