Internacional Coleção de vinhos raros é leiloada por 8,7 milhões de euros

Coleção de vinhos raros é leiloada por 8,7 milhões de euros

Valor corresponde a cerca R$ 58 milhões. Garrafas foram produzidas nos vinhedos mais exclusivos da Borgonha, na França

  • Internacional | Do R7

Vinhos foram feitos entre 1862 e 2005 na Bouchard Père et Fils

Vinhos foram feitos entre 1862 e 2005 na Bouchard Père et Fils

Reprodução/site Bouchard Père et Fils

Uma coleção de 2 mil vinhos raros e luxuosos de um dos vinhedos mais exclusivos da Borgonha, região no leste da França, foi leiloada neste domingo (18) por cerca de 8,7 milhões de euros, segundo a casa de leilões suíça Baghera Wines.

Valor corresponde a cerca de R$ 58 milhões.

O vinhedo Romanée, composto por apenas 85 áreas, é a menor Denominação de Origem Controlada (AOC) do mundo.

Com uma produção de 3.600 garrafas por ano, esse vinho é um dos “grands crus” mais procurados da Borgonha.

A Baghera Wines, com sede em Genebra, leiloou 1.819 garrafas, 106 garrafas "magnum" e uma garrafa "jéroboam" de Romanée, por um valor total que ultrapassou os 10 milhões de dólares.

Os vinhos leiloados foram produzidos entre 1862 e 2005 pela vinícola Bouchard Père et Fils, localizada no centro-leste da França.

Os compradores chegaram a pagar 201.300 francos suíços (mais de 218 mil dólares) por uma garrafa produzida em 1865.

O sucesso do leilão reflete "a qualidade próxima da perfeição dos produtos apresentados", disse Michael Ganne, diretor executivo da Baghera Wines.

Últimas