Internacional Itens de Napoleão serão leiloados no bicentenário de sua morte

Itens de Napoleão serão leiloados no bicentenário de sua morte

Evento que acontecerá na casa de leilões Osenat também vai ofertar uma escultura que pertenceu à Imperatriz Josefina

Lenço manchado de sangue será leiloado na Osenat

Lenço manchado de sangue será leiloado na Osenat

Christophe ARCHAMBAULT / AFP

Por ocasião do bicentenário da morte de Napoleão, a casa de leilões Osenat vai leiloar, nesta quarta-feira (5), várias mechas de cabelo do imperador, assim como um lenço e um pedaço de pano manchado de sangue que foi usado em sua necrópsia.

Os objetos, que serão vendidos em Fontainebleau, na França, são acompanhados por uma nota manuscrita: "Esta bolsa de seda branca contém o cabelo de Sua Majestade o Imperador Napoleão I, um lenço que lhe pertenceu e um pano manchado de sangue (...) Foram doados ao meu pai pelo General de Montholon, ao regressar de Santa Helena", indica a nota assinada pelo "Segundo Duque de Bassano".

Montholon foi um dos companheiros de Napoleão durante seu exílio. Ele compareceu à necrópsia realizada no dia seguinte de sua morte, em 5 de maio de 1821.

Junto com essas relíquias, a casa Osenat, especializada na venda de objetos da monarquia e do império da França, vai leiloar um "estudo de perna para o Papa Pio VII" feito pelo pintor oficial de Napoleão, Jacques-Louis David, em antecipação ao seu famoso quadro, "A Consagração".

Também estará à venda uma elegante escultura representando uma carruagem de madeira verde e dourada que pertenceu à Imperatriz Josefina, decorada com uma estátua da deusa grega Hebe e uma águia com asas abertas.

Últimas