Internacional Não há indícios de 2º autor de atentado, diz ministro austríaco

Não há indícios de 2º autor de atentado, diz ministro austríaco

Karl Nehammer afirmou nesta terça-feira (3) que vídeos apontam não haver provas de um segundo responsável pela série de ataques terroristas

  • Internacional | Da EFE

Ação deixou quatro mortos e 22 feridos em estado grave

Ação deixou quatro mortos e 22 feridos em estado grave

EFE

O ministro do Interior da Áustria, Karl Nehammer, afirmou nesta terça-feira (3) que as investigações não apontaram a a existência de um segundo autor da série de ataques terroristas cometidos na segunda-feira (2) em seis locais no centro de Viena.

"Depois de ter avaliado vídeos que chegaram para nós, digo que não há indícios de um segundo agressor", disse o integrante do governo. Ainda assim ele não descarta totalmente a possibilidade de que haja mais de um responsável.

A ação classificada como terrorista deixou quatro mortos e 22 feridos em estado grave, mas fora de risco de vida.

Nas últimas horas, as forças locais de segurança prenderam 14 pessoas acusadas de diferentes formas de envolvimento com o terrorista, que foi abatido por policiais.

Apesar de não haver identificação da existência de um segundo autor, que estaria foragido, conforme foi noticiado desde esta segunda-feira, Nehammer garantiu que as investigações continuam, assim como as medidas de precaução.

"Por isso, segue o nível de segurança mais elevado, e a presença policial em Viena", afirmou ministro do Interior.

Segundo informou Nehammer à agência austríaca APA, o autor do atentado foi identificado como Kujtim Fejzulai, um homem de 20 anos, apoiador do grupo jihadista do Estado Islâmico (EI).

O criminoso havia sido preso e libertado no início de dezembro do ano passado, por tentar viajar para a Síria e se juntar ao EI (Estado Islâmico).

Veja as imagens que são destaques nesta terça-feira (3)

Últimas