Rússia x Ucrânia

Internacional Ucrânia quer garantias de segurança da Rússia, diz Zelenski

Ucrânia quer garantias de segurança da Rússia, diz Zelenski

Declaração ocorre depois que o presidente russo reconheceu duas áreas do leste ucraniano como independentes

Reuters - Internacional
Presidente ucraniano Volodmir Zelenski durante coletiva de imprensa

Presidente ucraniano Volodmir Zelenski durante coletiva de imprensa

Sergei Supinsky/AFP - 23.02.2022

A Ucrânia quer garantias de segurança da Rússia como um passo para acabar com o impasse entre os dois países, disse nesta quarta-feira (23) o presidente ucraniano, Volodmir Zelenski, em uma reunião com os presidentes polonês e lituano. 

"Creio que a Rússia deve estar entre os países que oferecem garantias claras de segurança. Já sugeri muitas vezes que o presidente da Rússia se sentasse à mesa das negociações e falasse", disse ele.

Uma das piores crises de segurança da Europa em décadas foi deflagrada depois que o presidente russo, Vladimir Putin, reconheceu duas áreas do leste da Ucrânia como independentes e ordenou o envio de tropas russas para o leste da Ucrânia.

O presidente ucraniano agradeceu aos colegas da Polônia e da Lituânia, ao seu lado, pelo apoio e fornecimento de armas e equipamentos militares.

"Estamos unidos na convicção de que o futuro da segurança europeia se decide neste momento em nossa casa, na Ucrânia", disse Zelenski.

Os países ocidentais acreditam que a Rússia, que mobilizou 150 mil soldados na fronteira com a Ucrânia, pode iniciar uma invasão em larga escala do país vizinho.

Na última segunda-feira (21), a Rússia reconheceu a independência de duas regiões separatistas no leste da Ucrânia, as 'repúblicas' de Donetsk e Lugansk, e preparou o caminho legal para enviar tropas a esta área, embora a decisão não tenha sido tomada até o momento.

A imagem foi removida

Últimas