Internacional Votação de indicação de Yellen testa apoio a Joe Biden no Senado

Votação de indicação de Yellen testa apoio a Joe Biden no Senado

Yellen pode ser a primeira mulher a comandar o Tesouro dos EUA depois de quebrar a mesma barreira no Federal Reserve

Reuters - Internacional
Janet Yellen é a indicada de Biden para chefiar o Tesouro dos EUA

Janet Yellen é a indicada de Biden para chefiar o Tesouro dos EUA

REUTERS/Leah Millis/File Photo

O Comitê de Finanças do Senado dos Estados Unidos irá votar nesta sexta-feira (22) a indicação de Janet Yellen para secretária do Tesouro, em um teste decisivo do suporte bipartidário para os ambiciosos planos do presidente Joe Biden para alívio ao coronavírus, investimento em infraestrutura e aumentos de impostos.

Yellen, que será a primeira mulher a comandar o Tesouro depois de quebrar a mesma barreira como chefe do Federal Reserve de 2014 a 2018, é altamente respeitada tanto por seus companheiro democratas quanto pelos republicanos. A votação dois dias de Biden se tornar presidente é rápida segundo os padrões recentes.

Biden propôs um plano de alívio ao coronavírus de 1,9 trilhão de dólares e prometeu investir 2 trilhões em infraestrutura, projetos de energia verde, educação e pesquisa para aumentar a competitividade norte-americana.

A votação desta sexta-feira sobre a indicação de Yellen pode revelar o nível de oposição republicana aos planos do presidente democrata, para os quais ele busca apoio bipartidário.

Alguns republicanos já estão demonstrando preocupações com o valor e aumento da dívida em um retorno ao conservadorismo fiscal, depois de alta dos déficits com os cortes tributários de 2017 e gastos de quase 5 trilhões de dólares no ano passado sob o ex-presidente republicano Donald Trump.

A votação pelo comitê está marcada para 12h (horário de Brasília) e assessores do Senado disseram que ela pode abrir caminho para a votação do Senado mais tarde nesta sexta-feira.

Últimas