Minas Gerais Cabo da PM é suspeito de matar sargento durante briga em MG 

Cabo da PM é suspeito de matar sargento durante briga em MG 

Segundo a polícia, o desentendimento aconteceu após a vítima descobrir que sua ex-mulher estava se relacionando com o autor dos disparos

  • Minas Gerais | Luiz Casoni, da Record TV Minas, e Caio Silva*, do R7

Um cabo da PM (Polícia Militar) é suspeito de matar a tiros um sargento reformado da corporação durante uma briga, na noite desta segunda-feira (26), em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com o boletim de ocorrência da polícia, o cabo de 32 anos teria recebido uma ligação de uma mulher com quem estava se relacionando por volta das 21 horas, para que ele a levasse até o bairro Petrolândia, também na cidade da Grande BH, onde pegaria uma caminhonete para fazer o transporte de um freezer.

Segundo a PM, quando os dois passavam pela rua Cedro, no bairro Alterosa, em Betim, o veículo do cabo foi interceptado por outro carro, que ficou atravessado na pista. 

De acordo com relatos do cabo à PM, ele achou que se tratava de um assalto. O suspeito informou que um homem desceu com uma arma na cintura, foi até seu carro e arrancou a mulher que estava no banco do passageiro. 

Vítima era sargento reformado da Polícia Militar

Vítima era sargento reformado da Polícia Militar

Reprodução/RecordTVMinas

O militar ainda disse que, no momento em que o homem começou a bater e xingar a vítima, ele percebeu que se tratava de um sargento reformado da PM, Leonício Alves de Souza, de 52 anos, com quem tinha trabalhado em um batalhão. 

O cabo contou à PM que tentou acalmar Souza, que dizia que iria matar a mulher e ele. Neste momento, o sargento sacou uma arma e apontou para o casal. Ao tentar defender a mulher, o cabo atirou no peito do sargento.

O próprio suspeito acionou a polícia. A mulher confirmou a versão dada pelo cabo à PM. A mulher contou que era ex-companheira do sargento, mas não revelou há quanto tempo estavam separados. 

No local, a PM encontrou o corpo do homem caído no chão. As armas do cabo e do sargento foram recolhidas. O militar foi preso em flagrante e conduzido para uma delegacia de Betim. 

A mulher que estava com o cabo não se feriu. O corpo do sargento foi periciado por uma equipe da Polícia Civil e encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal). 

Em nota, a Corregedoria da Polícia Militar informou que todas as informações estão sendo apuradas e que acompanha o fato e a definição de medidas a serem tomadas. 

*Estagiário do R7 sob supervisão de Pablo Nascimento 

Últimas