Minas Gerais Homem é preso suspeito de manter a ex refém com faca dentro de casa

Homem é preso suspeito de manter a ex refém com faca dentro de casa

Polícia informou que suspeito e vítima ficaram trancados em um quarto por duas horas; homem dizia que não aceitava o fim do relacionamento 

  • Minas Gerais | Vinícius Araújo, da Record TV Minas e Caio Silva*, do R7

Vítima foi feita refém na casa onde morava

Vítima foi feita refém na casa onde morava

Reprodução/RecordTVMinas

Um homem de 38 anos foi preso suspeito de fazer a ex-companheira refém com uma faca por mais de 2 horas dentro da casa onde ela morava, no bairro Jardim Leblon, na região de Venda Nova, em Belo Horizonte, na madrugada desta quinta-feira (26). 

De acordo com a PM (Polícia Militar), o suspeito invadiu a casa da mulher por volta das 3 horas da manhã e entrou no quarto onde a vítima dormia. O filho da mulher, de 12 anos, percebeu a ameaça do homem à mãe e acionou os militares. 

Os agentes foram até a residência e começaram uma negociação com o suspeito para tentar libertar a vítima. O homem, segundo a polícia, dizia a todo momento que mataria a mulher, que não aceitava o fim do relacionamento e que ela teria envolvimento com outras pessoas. 

A PM precisou acionar o Bope (Batalhão de Operações Especiais) e um negociador conversou com o suspeito por 2 horas, até que ele foi na porta do quarto onde fazia a mulher refém e se entregou. 

O suspeito foi preso pelos militares e levado junto com a vítima até uma delegacia da região onde irão prestar depoimento. De acordo com a polícia, o suspeito deverá responder por sequestro, cárcere privado, invasão de domicílio e ameaça. A faca usada no crime também foi apreendida pelos militares.

Relacionamento

A vítima relatou aos militares que teve um relacionamento de oito anos com o suspeito e que tem uma filha de sete anos com ele. Ainda segundo a mulher, o ex-companheiro é usuário de drogas e o relacionamento era bastante conturbado. 

Ela contou que eles já teriam brigado diversas vezes com o suspeito, além de agressões físicas de ambas as partes. Após prestarem depoimento na delegacia, os dois serão levados para a delegacia de mulheres, em BH. 

Últimas