Jovem cria "neto de aluguel" para ensinar idosos a usar tecnologia

Por meio de aulas particulares, ele ajuda essas pessoas a serem independentes digitais

Jovem cria "neto de aluguel" para ensinar idosos a usar tecnologia

Os familares, muitas vezes, não têm tempo e nem paciência para ensinar os mais velhos como lidar com as novidades tecnológicas

Os familares, muitas vezes, não têm tempo e nem paciência para ensinar os mais velhos como lidar com as novidades tecnológicas

Record Minas

Muitos idosos têm dificuldade em usar o celular touchscreen, o tablet, as redes sociais, tirar fotos, enviar e-mails. Para ajudar essas pessoas a lidar com as novas tecnologias, o professor Ramon Miranda, de 27 anos, se tornou um "neto de aluguel". Com um material didático específico e muita paciência, ele dá aula particulares em Belo Horizonte, com o objetivo de tornar idosos independentes digitais. 

A ideia surgiu quando ele observou a dificuldade de uma tia. 

— Ela me perguntou como salvar números na agenda. Outras pessoas já haviam ensinado, mas ela não conseguiu entender. Então eu sentei, anotei, expliquei direitinho passo a passo e ela aprendeu. 

Leia mais notícias de Minas Gerais no Portal R7

Experimente grátis: todos os programas da Record na íntegra no R7 Play

A artesã Márcia Pompeu,de 60 anos, sentiu necessidade de entrar no mundo digital. 

— Hoje todo mundo só faz contato através da internet, se você não usa, acaba ficando excluído. 

Ela explica que os familiares, muitas vezes, não têm tempo e nem paciência para ensinar os mais velhos como lidar com as novidades tecnológicas. Por isso, ela contratou os serviços do "neto de aluguel". 

— Ele está sempre disponível, é bem-humorado, e nos deixa tranquilos, porque nós não vamos estar ocupando ninguém. Estamos pagando para isso, e podemos ficar à vontade para tirar todas as dúvidas.