Minas Gerais Motorista que atropelou e matou criança em BH é condenado 

Motorista que atropelou e matou criança em BH é condenado 

Decisão do Tribunal de Justiça é de seis anos de prisão pela morte de Anna Victoria; homem, que confessou ter bebido, pode recorrer em liberdade

Juiz permitiu que motorista possa recorrer em liberdade

Juiz permitiu que motorista possa recorrer em liberdade

Robert Leal / TJMG

Sete anos após atropelar e matar uma criança de dois anos, a Justiça de Minas Gerais condenou a seis anos de prisão, o motorista Lucas Pelli, que confessou ter ingerido bebida alcoólica antes de provocar o acidente no bairro Serrano, na região da Pampulha, em Belo Horizonte.

No dia 23 de dezembro de 2012, por volta das 19h30, Anna Victoria voltava  acompanhada da mãe de uma farmácia quando ambas foram atingidas e prensadas contra o portão de uma garagem. Pelas lesões corporais causadas à mãe, Pelli foi condenado a cumprir mais dois meses de prisão. 

O júri popular aconteceu nesta terça-feira (20), no 2º Tribunal do Júri de Belo Horizonte, no Fórum Lafayette. Segundo O Tribunal de Justiça, o motorista pode recorrer da sentença em liberdade.

O juiz Ricardo Sávio de Oliveira, ao fixar as penas pelo homicídio e lesão corporal, levou em consideração a confissão espontânea e os bons antecedentes do réu. O rapaz foi preso em flagrante no dia seguinte ao acidente, mas liberado cerca de 10 dias depois, aguardando o julgamento em liberdade.

Lucas Pelli confessou ter ingerido bebida alcoólica. Na ocasião, ele aligou que o carro foi em direção à contra-mão da via e sentiu o volante e o freio travados, como se o veículo estivesse "morrido". Essa sensação, segundo ele, foi a mesma de quando um "mata-motor", supostamente instalado no carro, era acionado.

Últimas