Minas Gerais Professor comenta foto de aluna de biquíni e revolta internautas

Professor comenta foto de aluna de biquíni e revolta internautas

Educador chamou a adolescente de 17 anos de "linda" e "gostosa"; caso aconteceu em Montes Claros, no norte de Minas Gerais 

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Professor se desculpou na mesma publicação

Professor se desculpou na mesma publicação

Reprodução / Facebook

A Superintendência Regional de Ensino de Montes Claros, no norte de Minas Gerais, apura uma denúncia de conduta inadequada contra um professor de uma escola pública da cidade. O educador teria se referido a uma de suas alunas como "Linda!! Gostosa!!" ao comentar, em uma rede social, a foto em que a adolescente de 17 anos aparece de biquíni.

A publicação chamou a atenção de internautas, estudantes e familiares de alunos da Escola Estadual Professor Plínio Ribeiro. Por causa da postagem, o professor recebeu críticas e outros comentários ofensivos.

Após a repercussão do assunto chegar até a escola, o professor foi chamado pela direção e recebeu uma advertência escrita sobre a "postura exigida pelo servidor e a inconveniência do comentário". Os pais da adolescente também estiveram no colégio nessa terça-feira (14) e foram instruídos quanto aos procedimento cabíveis na situação.

Justificativa

A direção da escola informou que o caso já foi encaminhado para a Superintendência de Ensino, que ficará responsável pela apuração dos fatos. O professor não foi afastado das atividades, no entanto, ele não compareceu na escola para as aulas dessa quarta-feira (15), segundo a instituição. Em conversa com a coordenação, ele alegou que não sabia que se tratava de uma aluna.

Na própria foto, o educador teria ainda feito outro comentário se desculpando. Na mensagem, ele diz que não sabia que se tratava de uma de suas alunas na foto. "Não quis te ofender ou causar constrangimento. Sempre te respeitei como aluna e continuo respeitando. Apenas não sei como apagar esse contato infeliz. Não sabia que era você. Mil perdões!", conclui.

Em nota, a SEE (Secretaria de Estado de Educação), explicou que será produzido um relatório que vai apontar as medidas administrativas cabíveis. De acordo com a pasta, além dos procedimentos já adotados, a escola também vai trabalhar em parceria com a família da aluna para promover ações que melhoram o ambiente de estudo e a convivência para a adolescente na instituição. A reportagem não localizou o professor para comentar o caso.

Confira a nota na íntegra:

"A Secretaria de Estado de Educação (SEE) informa que a Superintendência Regional de Ensino (SRE) de Montes Claros já está ciente da denúncia de conduta inadequada de um professor da Escola Estadual Plínio Ribeiro e que todas as providências necessárias estão sendo tomadas. A equipe de inspeção escolar está apurando o caso na unidade e já se reuniu com a estudante e seus responsáveis, além do professor, para coletar os relatos dos envolvidos. O professor foi alertado pela direção da escola em relação à postura exigida pelo estatuto do servidor e a inconveniência do comentário. A partir do relatório produzido pela inspeção, a SRE vai analisar quais as medidas administrativas cabíveis a serem tomadas.

Em reunião, o diretor da escola esclareceu aos pais da estudante que, no que diz respeito à competência da unidade escolar, o caso já foi encaminhado para a devida apuração e providências da SRE, e orientou ainda quanto aos procedimentos que podem ser tomados pela própria família para encaminhamento de denúncia em outras esferas. A direção da escola, juntamente com a família da aluna, também irá definir outras ações no sentido de melhorar o ambiente de estudo e convivência para a estudante na unidade escolar."

Últimas