Minas Gerais Soldado da PM é suspeito matar ex-mulher e fugir com filha de 4 anos

Soldado da PM é suspeito matar ex-mulher e fugir com filha de 4 anos

Vítima havia conseguido na Justiça medida protetiva contra militar, que está afastado da corporação por problemas psicológicos

Soldado da PM é suspeito matar ex-mulher e fugir com filha de 4 anos

Soldado sacou dinheiro da conta bancária horas antes do crime

Soldado sacou dinheiro da conta bancária horas antes do crime

Reprodução Facebook

A PM (Polícia Militar) está à procura do soldado da corporação Gilberto Novaes, suspeito de matar a ex-mulher, Sthefania Ferreira, que tinha 29 anos, e fugir com a filha, de 4, na noite de sábado (14), em Santos Dumont, Zona da Mata de Minas Gerais.

O casal rompeu o relacionamento há poucos meses. Testemunhas relatam que as brigas eram frequentes e que o rapaz agredia fisicamente a vítima. Por este motivo, Sthefania decidiu pelo fim do casamento e conseguiu na Justiça uma medida protetiva contra o ex-marido.

O militar está afastado das funções por problemas psicológicos. Após o fim do casamento, Sthefania começou a sair com um rapaz.

O atual namorado dela testemunhou o crime. Ele contou à PM que Sthefania pediu uma pizza para ser entregue na casa dela, no bairro Córrego de Ouro. 

O soldado aproveitou que a porta foi aberta para o entregador e invadiu a residência com a arma em punho. O namorado da vítima implorou para o militar ir embora.

Mas o soldado ignorou o pedido e foi direto ao encontro da ex-mulher. E apertou o gatilho algumas vezes.

Leia mais notícias no R7

Sthefania havia conseguido medida protetiva contra ex-marido

Sthefania havia conseguido medida protetiva contra ex-marido

Reprodução Facebook

Depois, pegou a filha, entrou num Palio cinza e fugiu. O namorado de Sthefania e uma vizinha acionaram o Samu, mas a vítima perdeu a vida antes da chegada da equipe médica. 

Os primeiros passos da investigação sugerem que o homicídio foi planejado, pois o militar fez um saque na conta bancária algumas horas antes do assassinato.

    Access log